Header Ads

AMÉRICA/GUATEMALA - Crianças mortas por atos violentos: apelo da Igreja às instituições

 
Desde o início de 2013, na Guatemala, 244 crianças morreram por atos de violência dos quais 69 foram mortas com armas de fogo. O anúncio foi feito pelo Escritório de Direitos Humanos da Arquidiocese de Guatemala (ODHAG), que publicou ontem os resultados de sua própria pesquisa estatística.

O diretor de ODHAG, Nery Rodenas, disse numa coletiva de imprensa que os altos
níveis de violência contra o país da América Central afetou "de maneira alarmante" crianças e adolescentes. Segundo dados do ODHAG apenas em janeiro passado 30 crianças morreram e em fevereiro morreram 39. "Há uma preocupação muito séria" por parte das instituições que trabalham para os direitos das crianças e adolescentes no país, disse Rodenas, porque as instituições responsáveis pela segurança dos cidadãos não trabalham com responsabilidade.

O relatório foi publicado em 11 de março, como uma introdução para a celebração do dia nacional da não violência contra as crianças, que é comemorado em 13 de março. A festa foi criada pelo Congresso da Guatemala em 2005.

Segundo dados oficiais, com uma média de 15 assassinatos por dia, a Guatemala é um dos países mais violentos da América Latina.

FONTE: Agência Fides - 12/03/2013

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.