AMÉRICA/ARGENTINA – Pequenos operários envolvidos em atividades pesadas e em situação de risco



A Administração Federal de Receita Pública (AFIP) descobriu um tráfego de pequenos operários numa propriedade agrícola em Salta, aos pés da Cordilheira dos Andes, onde 97% deles não foram registrados. Os pequenos operários trabalhavam por 10 horas em pesadas atividades de desflorestamento, 52 não estavam registrados e trabalhavam todos com instrumentos precários, sem medidas de segurança para mãos e olhos, nem qualquer garantia de trabalho.

Há quatro meses, viviam em condições desumanas, isolados e sem receber o salário estabelecido. Vivendo nas montanhas, em instalações rudimentares feitas de galhos e outros diretamente no chão, sem água corrente nem eletricidade e sanitários. A AFIP denunciou os proprietários por atividade de exploração infantil, escravidão e tráfico de seres humanos.

FONTE: Agência Fides - 07/05/2013

Comentários