Header Ads

Evangelho do 8º Domingo do Tempo Comum - Solenidade de Santíssima Trindade - 24/05/2013


Leia o Evagelho e comentário, clicando em "Mais Informações"...


Evangelho: Jo 16,12-15
Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: “Tenho ainda muitas coisas a dizer-vos, mas não sois capazes de as compreender agora. Quando, porém, vier o Espírito da Verdade , ele vos conduzirá à plena verdade. Pois ele não falará por si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido; e até as coisas futuras vos anunciará. Ele me glorificará, porque receberá do que é meu e vo-lo anunciará. Tudo o que o Pai possui é meu. Por isso, disse que o que ele receberá e vos anunciará, é meu”.

Comentário do Evangelho
O mistério da Santíssima Trindade era desconhecido no Antigo Testamento e, somente à luz da Revelação é possível, pela fé, descobrir seu significado.

Ao longo do tempo, Deus se dá a conhecer de diferentes formas. Primeiramente, Ele se apresenta na figura do Pai, O Criador, Aquele que dá a vida, ensina os caminhos e corrige os erros de seus filhos, mas, sobretudo os ama de forma incondicional.

Todos os ensinamentos do Deus Pai se realizam no Deus Filho, que vive no meio dos homens, sente o que eles sentem e sofre a dor da mesma forma que eles. Jesus, Deus Filho, anuncia uma vida nova, com um novo jeito de amar intenso como Ele amou os homens, e sem esperar nada em troca. E, ao voltar para o Seu Pai, depois da Sua ressurreição, O Pai envia o Deus Espírito Santo para o seu povo, o mesmo Espírito que animou Jesus em sua vida terrena, para que Ele conduza o coração dos homens para caminhar segundo o Seu plano, dando continuidade à missão do Filho de pregar e viver o Amor.

O Espírito Santo é aquele que conduz a comunidade à verdade completa. Jesus se autodefiniu como ‘a Verdade’, ou seja, Ele é a expressão máxima da fidelidade de Deus, Aquele que caminha com o povo, sendo parceiro e aliado fiel na caminhada. Ele dá aos homens o entendimento dos ensinamentos de Jesus, através dos tempos e em diferentes lugares. Foi o mesmo Espírito que inspirou os discípulos a compreenderem e reconhecerem a Jesus como o verdadeiro Filho de Deus.

Tudo é comum entre as três pessoas da Santíssima Trindade, que é a expressão da perfeita Comunidade. Elas possuem uma só natureza Divina, mas sem perder a própria identidade. Não é o Pai maior que o Filho, nem o Filho maior que o Espírito Santo. Há, entre as três Pessoas, uma perfeita comunhão de vida, verdade e amor.

FONTE: Pequeninos do Senhor

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.