Estado do Piauí realiza Assembleia da Infância e Adolescência Missionária


O estado do Piauí realizou, nos dias 13 a 15 de setembro, na Casa de Retiros “Santo Afonso Rodriguez”, localizada no bairro Socopo de Teresina, a sua I Assembleia Estadual da Infância e Adolescência Missionária (IAM). A iniciativa, conforme a carta convocatória, assinada por dom Eduardo Zielski, bispo de Campo Maior e referencial da dimensão missionária no Piauí, teve como objetivo, fortalecer e renovar o espírito missionário a partir da alegria e despojamento das crianças na caminhada da IAM”.

O convite, assinou também pela coordenadora Estadual da IAM, Marina Pereira Cardoso, foi dirigido às coordenações diocesanas da IAM e da Juventude Missionária (JM), às Coordenações paróquias da IAM, aos assessores de grupos da IAM, aos Jovens a partir de 16 anos e adultos interessados em trabalhar com a Obra e também aos bispos, padres, religiosas(os) e seminaristas desejosos de saber mais sobre esse trabalho.

A programação da Assembleia contemplou um estudo sobre o tema: “A Missão das crianças num mundo secularizado e pluricultural”; um retiro missionário com o tema: “Vocês são meus amigos”, além de debates sobre o Jubileu dos 170 anos de IAM no mundo e a organização dos grupos de IAM no Piauí.


Participaram representantes da arquidiocese de Teresina e das dioceses de Campo Maior e Picos.

Os temas foram apresentados pelo secretário nacional da Pontifícia Obra de São Pedro Apóstolo, padre Sávio Corinaldesi, SX, que pediu muita atenção ao mundo em que nossas crianças e adolescentes (afinal, todos nós) somos obrigados a viver.

Trata-se de um mundo em que está em pleno vigor a “religião do mercado” que vai se infiltrando nas pessoas e nas comunidades e cujas leis são contrárias justamente aos valores da fé cristã”, explica padre Sávio e continua: “Essa religião do consumismo tem seus pregadores (os anúncios comerciais), seus templos (os centros comerciais); seus ritos (as compras); suas ‘verdades’ (fora do mercado não tem salvação...). É realmente perigosa porque consegue camuflar seu discurso, arranjando assim seguidores em todas as religiões”.

O alerta tinha sido dado pelo Papa João Paulo II, em sua mensagem de 6 de janeiro de 2003, por ocasião do 160° aniversário da Pontifícia Obra da Santa Infância. Dez anos depois dá para perceber os avanços obtidos.

A noite de sábado foi reservada para um retiro no qual os participantes refletiram sobre a pessoa de Jesus, imagem perfeita do Pai, modelo de todo missionário.

A Assembleia dedicou vários momentos ao estudo da realidade da IAM nas três dioceses representadas: foram vistos os destaques, as dificuldades, os desafios e as perspectivas. Desse levantamento será feito um relato a ser apresentado na Assembleia anual dos representantes estaduais da IAM, prevista para os dias 5 a 8 de dezembro próximo. Constatou-se que, apesar das graves resistências encontradas, a IAM tem um enorme potencial educativo para os valores dos quais o mundo e a nossa Igreja andam carentes.

A celebração do jubileu dos 170 anos de IAM foi tema de destaque. E não poderia deixar de ser, pois o 1º Congresso Americano da IAM, previsto para os dias 23 a 25 de maio de 2014 em Aparecida (SP), vai exigir toda a atenção dos grupos da IAM de todo o Brasil.

FONTE: POM - 16/09/2013

Comentários