Header Ads

Grupos da IAM da Arquidiocese do Rio de Janeiro refletem sobre os refugiados na Europa


A reflexão sobre a situação das crianças e adolescentes refugiados na Europa norteou a 4ª Jornada Nacional da Infância e Adolescência Missionária na Arquidiocese do Rio de Janeiro. A jornada foi realizada no dia 4 de junho, no colégio Imaculado Coração de Maria, situado no Méier, bairro da zona norte do Rio.

Durante a jornada as crianças e os adolescentes puderam ouvir os relatos da leiga missionária Mirian Witsch, da Alemanha. A missionária falou sobre a realidade das crianças e adolescentes alemães e em seguida cantou uma música popular na Alemanha, que dizia que as crianças não devem se esquecer que são as obras de Deus e que devem sempre ajudá-Lo a conservar a sua criação.

A missa da jornada foi presidida por dom Luis Henrique da Silva Brito, bispo auxiliar da arquidiocese do Rio de Janeiro e teve a presença do diácono permanente Flávio Gomes. O coral de crianças e adolescentes Anjos de Deus, da paróquia São Sebastião, de Parada de Lucas, cantou na celebração.

Na homilia dom Luis Henrique ressaltou a liturgia do dia, que falava do adolescente Jesus que assume a sua missão como acontece com as crianças e adolescentes da IAM quando assumem os encontros e as visitas. “Jesus nos pede para não cruzarmos os braços e Ele estará sempre conosco”.

O bispo também ressaltou a atitude de Maria. “Maria nos ensina a refletir, esperar, silenciar quando necessário e acreditar nos momentos mais difíceis”.

No ofertório, as crianças e adolescentes ofereceram seus cofrinhos que serão destinados aos projetos da IAM na Europa. Também foram arrecadados 100 quilos de alimentos, divididos para a creche Madre Josefa, no Complexo do Alemão, e para o grupo Servos do Amor, que atende moradores de rua no vicariato Norte.

A celebração foi finalizada com a coroação de Nossa Senhora, realizada pelas crianças e seus pais, representando a importância de ser uma família missionária.

Gabriel, de 10 anos, gostou de participar da jornada. “Eu me senti muito feliz de ter participado deste dia e quero conseguir reunir mais amigos para o próximo encontro. Estou muito orgulhoso e feliz por fazer parte da Infância Missionária”.


Os participantes da jornada renovaram os compromissos, principalmente na oração para as crianças, adolescentes e missionários que estão passando por todo tipo de tribulações no continente europeu.

A jornada foi encerrada com a comemoração dos 173 anos da IAM, com direito a bolo decorado.

Ana Luiza, de 10 anos, saiu da jornada renovada. “Achei a jornada maravilhosa. São esses encontros que renovam as nossas forças para continuar na IAM e evangelizar cada vez mais crianças”.

A 4ª Jornada Nacional da IAM na arquidiocese do Rio de Janeiro contou com a presença de 120 pessoas, entre crianças, adolescentes e assessores. Os coordenadores da IAM aguardam o surgimento mais dois grupos até o final de 2016.

Com informações da IAM, Arquidiocese do Rio de Janeiro

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.