Header Ads

Na Arquidiocese de São Paulo, Dia Mundial das Missões foi celebrado com missa na Catedral da Sé


"Nunca podemos ser uma Igreja que se considera pronta” e, por isso, só se preocupa em cuidar e evangelizar os fiéis que possui. Esse alerta, feito pelo Cardeal Odilo Scherer, no domingo, 23, no Dia Mundial das Missões, chama a atenção dos fiéis para que a Igreja nunca perca o seu ardor missionário.

O Arcebispo recordou que a ação missionária segue o mandato de Jesus Cristo, de ir ao encontro das pessoas, daquelas que estão longe e em dificuldade: “Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda criatura” (Mc 16,15).

Temos que pensar: Quantos ainda não ouviram a Boa-Nova do amor misericordioso de Deus para com todos? Quantos ainda têm medo de Deus? Quantos ainda não conhecem a misericórdia de Deus?”, questionou o Cardeal, lembrando que o missionário está incumbido de levar a Palavra de Deus e a misericórdia para todas essas pessoas.

Recomendo, pois, que hoje todos rezem, de modo muito especial, pelos missionários em dificuldades e em situações difíceis, em países ou regimes nem sempre abertos ao Evangelho; há missionários perseguidos, sequestrados, prisioneiros e até ameaçados de martírio. Outros trabalham com poucos recursos e em meio a grandes carências materiais para realizarem seu trabalho missionário. Rezemos por eles.

Infância e Adolescência Missionária
Além dos fiéis e membros de diversos organismos missionários presentes na Arquidiocese, ganhou destaque a participação das crianças e adolescentes, membros dos grupos da Infância e Adolescência Missionária (IAM).

Para a secretária da equipe estadual da IAM, Geize Costa dos Santos, 22, a celebração foi um momento de fortalecer a caminhada e reforçar tudo o que as crianças e os adolescentes escutam todo o ano sobre missão.

Para ela, a IAM reforça a importância do ser missionário e mostra para as crianças e os adolescentes que eles também podem ser assim. A IAM baseia-se em oração, sacrifício e solidariedade. Além da missão local, as crianças e os jovens são convidados a cotidianamente rezar pelas crianças e adolescentes do mundo todo, além de guardarem pequenas quantias em um cofrinho para que esse valor seja doado em favor das obras missionárias.

O grupo da IAM da Paróquia Nossa Senhora da Penha, do Jardim Peri também marcou presença. "A missa na Catedral da Sé foi linda e abençoada, com destaque para a participação de muitos grupos missionários e o reconhecimento e apoio do nosso Arcebispo, Dom Odilo. Um dia para fortalecer as missões.", partilhou Rosana Alves, assessora do grupo.

Com informações da Arquidiocese de São Paulo
e do grupo da IAM do Jardim Peri

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.