Header Ads

A alegria do Evangelho contagia crianças, adolescentes e jovens


O Regional Leste 2 da CNBB reuniu coordenadores diocesanos da Infância e Adolescência Missionária (IAM) e da Juventude Missionária (JM) dos estados de Minas Gerais e Espírito Santo. O evento conhecido como EDIJAM é organizado todos os anos pelo Conselho Missionário Regional (Comire) Leste 2 e pelas coordenações da IAM e da JM dos dois estados.

Este ano, a formação aconteceu nos dias 03 a 05, na Casa de retiros da Associação Família Caná em Belo Horizonte (MG) e foi assessorada pelos secretários nacionais das Obras da IAM e Propagação da Fé, irmã Patrícia Souza, SDS, e padre Badacer Neto, que apresentou o tema do 4º Congresso Missionário Nacional (4º CMN) “A alegria do evangelho para uma Igreja em saída”. O Congresso será realizado nos dias 07 a 10 de setembro deste ano em Recife (PE) e está em sintonia dom o V Congresso Americano Missionário (CAM 5), que acontecerá na Bolívia em 2018.

Padre Badacer destacou que o 4º Congresso Missionário Nacional pretende “impulsionar as Igrejas locais no Brasil para um dinamismo de saída e caminhar juntos no testemunho da alegria do Evangelho, da comunhão e do profetismo, no compromisso com as alegrias e as esperanças, as tristezas e as angústias dos homens e mulheres de hoje, sobretudo os pobres e de todos aqueles que sofrem”.

Ao refletir sobre a “alegria do Evangelho”, padre Badacer recordou que “a alegria do discípulo missionário tem sua motivação mais profunda no encontro com Cristo ressuscitado, significando que o objetivo de toda a ação evangelizadora da Igreja deve possibilitar o encontro entre o ressuscitado e o ser humano no caminho da vida”.

O padre complementou citando um trecho do Texto-base do 4º CMN. “Somos Igreja em saída e somos também Igreja que volta da missão, testemunhando a alegria do evangelho, mas também a cruz de Jesus no sofrimento do povo de Deus” (n.9).

Solivan Altoé coordenador da JM no Espírito Santo prevê que “o Congresso Missionário Nacional vai ser uma força propulsora para as Obras Missionárias que atuam no Brasil – IAM, Propagação da Fé e União Missionária – em suas ações de cooperação missionária, educação à mundialidade em vista de uma Igreja em saída que promova a cultura do encontro”.


O encontro ainda possibilitou um momento de avaliação da caminhada de 2016, encaminhamentos e planejamento para 2017, entre os representantes da JM e IAM do Regional com seus respectivos secretários nacionais.

Reunida com os assessores da IAM, Irmã Patrícia Souza, SDS, destacou a importância da organização dos grupos. “Um grupo se forma quando todos encontram nele o seu lugar flexível garantindo a importância de cada um e o seu significado na relação ‘eu, você, o outro – nós’”, frisou a secretária nacional da IAM. Nesse sentido, irmã Patrícia sublinhou também, a necessidade da formação continuada para assessores e assessoras da IAM a partir do que apresenta o Documento de Aparecida no capítulo VI “O caminho de formação dos discípulos missionários”. Na oportunidade as coordenações diocesanas partilharam sobre suas atividades e projetos.

Jeniffer dos Santos Cunha, 15 anos, da arquidiocese de Mariana (MG) faz parte da equipe que está organizando o Congresso da JM mineira. Ela está fazendo a transição da IAM para a JM e afirma que “este momento está sendo muito importante para sua vida pois representa uma nova etapa e essa transição está trazendo aprendizado”. Jeniffer já percebe o amadurecimento e reconhece “que as mudanças são naturais e necessárias”. Sobre o encontro ela enfatiza que “contribuiu muito para sua formação através da troca de experiências e das novidades apresentadas. Vou levar para minha diocese tudo aquilo que aprendi aqui”, complementa.

Para Edcleusa M. Porto Moraes, da diocese de Almenara (MG) que está iniciando seu trabalho como coordenadora, o encontro proporcionou “maior compreensão da metodologia e carisma e pude perceber a dimensão estadual da Obra. Saio com as forças renovadas para continuar na missão”.

Os participantes de Minas Gerais no EDIJAM elegeram seus novos coordenadores estaduais da IAM e JM para os próximos dois anos. A partir do mês de julho, Júlia Baratti passa sua função de coordenadora da IAM para Vanilda M. Duarte Lelis. Na JM, Marcelo Bleme deixa a coordenação para Felipe Diniz.


Felipe reconhece a caminhada de crescimento da JM de seu estado e deseja que esse processo continue. “O Congresso Estadual da JM mineira, que acontecerá em julho na arquidiocese de Mariana, vai aproximar ainda mais os jovens da caminhada de Cristo fazendo-os perceber que a Igreja se faz na caminhada”, afirma o jovem.

Julia Baratti, por sua vez, destaca que sua caminhada na coordenação da IAM “foi marcada por um grande desapego para poder dar conta das atividades. Isso fez crescer na fé e no compromisso de discípula missionária de Jesus”, avalia.

O encontro também contou com vários momentos de animação e noite cultural no sábado. No domingo teve celebração da santa missa que enviou os participantes às suas dioceses. O próximo EDIJAM acontecerá no estado do Espírito Santo, em 2018.

Com informações da JM no Regional Leste 2.


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.