Aproximadamente 58 mil crianças e adolescentes trabalham no Ceará



Levantamento do Ministério Público do Trabalho (MPT) no Ceará aponta que mais de 58 mil crianças entre 10 e 14 anos trabalham ilegalmente no estado, ou seja, 6,94% dos meninos e meninas nessa faixa etária. O município de Deputado Irapuan Pinheiro tem o maior índice percentual de trabalho infantil. Segundo o procurador, 23,3% das crianças entre 10 e 14 anos trabalham.

A Constituição Federal permite que crianças de 14 anos trabalhem de forma legal na condição de aprendiz. Entretanto, o procurador do Trabalho ressalta que apenas 2% dos cearenses de 14 anos que trabalham são aprendizes. O Ministério Público do Trabalho no Ceará lança, hoje, a campanha Vamos acabar com o trabalho Infantil.

FONTE: Diário do Nordeste – 05/06/2012

Comentários