Jovens realizam experiência missionária em Iguape/SP


Nos dias 19 e 20 de janeiro, 34 jovens das paróquias de Nossa Senhora de Fátima e Nossa Senhora do Rosário, participaram da segunda experiência missionária organizada pela Juventude Missionária da Diocese de São Miguel Paulista (São Paulo), realizada na cidade de Iguape, litoral Sul de São Paulo. 

Os jovens foram acolhidos pelo casal de Leigos Missionários da Consolata, Dalgi Vivan e Orestes Asprino. O casal, que eram professores em São Paulo, após se aposentarem, se mudaram para a região e ali vivem auxiliando na animação pastoral e missionária. Em sua casa, se encontra instalado o projeto “Reencontro” que conta com uma biblioteca, uma sala multiuso e cinco alojamentos, que são utilizadas para cursos profissionalizantes e atividades esportivas. "Nossa biblioteca conta com mais de 10 mil volumes e atendemos cerca de 200 pessoas da comunidade que utilizam o espaço e levam os livros para ler em casa." - informou Orestes.


A manhã do sábado, 19, foi reservada para a formação e integração do grupo. Na areia da praia da Juréia, os jovens fizeram um momento de leitura orante da Bíblia, onde refletindo o texto de Marcos 7, 31-37, foram convidados a abrir-se à Deus e ao próximo. "Contemplando a natureza e apoveitando esse momento de integração e essa experiência missionária, somos convidados à nos conhecer e à abrir-se à Deus e ao próximo. Vamos ser como Jesus: fazer bem todas as coisas!", convidou Pe. Jose Carlos Stoffel, da Fraternidade Palavra e Missão, que acompanhou e orientou os jovens.

Já no período da tarde, os jovens se reuniram na Igreja Nossa Senhora da Conceição, no povoado de Icapara, e seguiram realizando visitas missionárias nas casas próximas da comunidade. "Fico muito feliz em receber a visita de vocês na minha casa. É lindo ver que ainda existem jovens que se dedicam no anúncio de Jesus", agradeceu emocionada a senhora Aparecida, que recebeu a visita dos jovens missionários. No percurso entre as casas visitadas, os jovens seguiam cantando e rezando pelas ruas, anunciavam a alegria de ser jovem missionário.


O momento de visitas foi encerrado com a Celebração Eucarística, presidida pelo padre José Carlos. "Para nossa comunidade esse momento é muito importante e é um belo testemunho missionário. Estamos em uma comunidade onde há poucos jovens, já que muitos vão embora em busca de melhores condições de trabalho e estudo. Aqui, também, realizamos a celebração eucarística, somente, uma vez por mês, já que são muitas comunidades e poucos padres." - expressou Orestes.

No domingo, 20, os missionários foram caminhando até a Fazenda da Esprança de Iguape e lá foram acolhidos pelos jovens assistidos pelo projeto, que abriga dependentes químicos que desejam se ver livres das drogas e do álcool.

Os jovens recuperantes partilharam com os jovens missionários um pouco de suas histórias e da rotina na Fazenda, onde vivem do próprio trabalho como fonte de auto-estima e autossustento. "Nos doze meses de recuperação, só a partir do terceiro mês recebemos a visita dos nossos familiares. A organização da casa baseia-se na família a fim de provocar mudanças de valores, morais e princípios. Toda a convivência é apoiada nas Palavras de Deus tirada do Evangelho." - partilhou Douglas, de 30 anos, que está se recuperando a sete meses.

Ao final da visita, os jovens participaram da Santa Missa celebrada na Fazenda da Esperança. "A missão não se faz em dois dias, mas é um processo contínuo. Essa experiência foi mais importante para os nossos jovens missionários do que para os jovens que visitamos." - expressou Pe. José Carlos. "Além das drogas, existem outros vícios como a internet, o celular, o egoismo e a falta de solidariedade; se existem jovens nessa situação, é porque falhamos na missão." - continuou o sacerdote.

Para Letícia Soares, da Juventude Missionária da Paróquia de Nossa Senhora de Fátima, a Missão fortaleceu seu encontro com Cristo e com o grupo. "Voltamos para nossas casas com mais força para enfrentar os desafios. Nosso grupo está mais unido e animado. Começamos bem o ano!"

Texto e fotos: Rodrigo Alves Piatezzi
 Assessor de Comunicação da IAM/JM

 

Comentários

  1. Missionários e Missionárias, é muito bom e emocionante saber que jovens como vocês que poderiam estar "curtindo" um final de semana na balada, estejam apresentando a pessoa de Jesus Cristo, Missionário do Pai a outros jovens, lembrando que vale muito a pena dedicar a vida a quem nos dá a vida. Deus Abençoe a cada um de vocês nesse trabalho maravilhoso e em suas vidas. Tenham certeza que muitas sementes foram lançadas e serão frutos novos na vida de nossa Igreja. Amamos todos vocês.
    Dona Rosa e seu Cido vocês estão muito elegantes.
    Um Grande beijo no coração de cada.
    Fatima / Paulo
    Diocese de Taubaté - SP

    ResponderExcluir

Postar um comentário