Header Ads

ÁFRICA/SERRA LEOA – Mais de 3 mil crianças trabalham em pedreiras para continuar seus estudos e ajudar suas famílias


Milhares de crianças em Serra Leoa são obrigadas a quebrar pedras a marteladas para pagar seus estudos e ajudar suas famílias a sobreviver. É a triste realidade, amplamente comum no país, em que que vivem muitos menores empenhados durante horas neste duro trabalho, expostos todos os dias a incidentes e feridas.

Em Serra Leoa, educação e trabalho infantil são estreitamente relacionados e a escola representa o enésimo desafio econômico. Não obstante as escolas fundamentais sejam gratuitas, as famílias devem providenciar uniformes, livros e material escolar, pagar os meios de transporte e algumas vezes, até os salários dos professores. Consequentemente, para que seus filhos possam estudar, muitas famílias devem obrigá-los a trabalhar.

Em 2007, graças a uma iniciativa privada, foi fundada uma escola completamente gratuita na aldeia de Adonkia, a poucos km de distância da capital, Freetown, com o objetivo de tirar as crianças das pedreiras. Atualm ente, há 380 estudantes, todos trabalhadores, e estima-se que em todo o país, haja mais de 3 mil.

FONTE: Agência Fides - 20/03/2013

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.