Header Ads

Coordenadores de IAM e JM nos estados da Bahia e Sergipe aprofundam formação


Coordenadores estaduais e diocesanos da Infância e Adolescência (IAM) e Juventude Missionária (JM) nos estados da Bahia e Sergipe realizaram, neste final de semana, dias 3 a 5, um encontro de formação para aprofundar temas relacionados ao trabalho de acompanhamento e coordenação de grupos.


O encontro reuniu no Centro de Treinamento Pastoral da diocese de Juazeiro (BA), 42 lideranças das dioceses de Barra, Juazeiro, Salvador, Jequié e Bonfim. Na ocasião, padre André Luiz de Negreiros, secretário nacional da Pontifícia Obra da Infância e Adolescência Missionária (IAM) abordou temas como: o Ano da IAM no Brasil e a Jornada Nacional da IAM a realizar-se no último domingo deste mês, dia 26, em todas as dioceses. Falou ainda sobre práticas de comunicação missionária, metodologia de trabalho com os grupos de IAM, formação para líderes missionários infantis (ELMI) e das Famílias Missionárias. Apresentou ainda o projeto das Pontifícias Obras Missionárias (POM) visando a sua participação na Jornada Mundial da Juventude (JMJ Rio 2013) com uma sede própria na cidade de Niterói (RJ) para oferecer uma programação de cunho missionário aos jovens que estarão no Rio de Janeiro durante o evento.

O padre polonês Antônio Niemec, missionário redentorista e recém-eleito, coordenador do Conselho Missionário Regional (Comire) Nordeste 3, presente ao encontro, conta que conheceu a IAM nos anos 70, em sua paróquia, na Polônia. Participei ativamente da caminhada da IAM durante alguns anos. Creio que a minha vocação missionária despertou e amadureceu graças ao espírito missionário que as crianças me proporcionaram. Elas abriram meus horizontes e o meu coração para as necessidades daqueles que eu nem conhecia porque viviam em outros lugares, outros continentes, mas que também eram meus irmãos e precisavam da minha oração, caridade e sacrifício”, relata o padre e completa: “Porque ser missionário é ser para o outro (Deus) e para os outros (irmãos)”.

Sobre a Jornada Nacional da IAM no Brasil, Ana Maria de Castro Santo, coordenadora estadual da IAM na Bahia espera que o evento, “fortaleça o ardor missionário nas paróquias que já contam com grupos de IAM e desperte nas que ainda não têm o desejo de iniciar esta Obra que tanto bem faz para as nossas crianças e adolescentes, continuadores deste trabalho no futuro".


Já para a Irmã Cleide Cléia Guedes Souza, da congregação Ancilas do Menino Jesus e membro da equipe arquidiocesana da IAM em Salvador (BA), a expectativa é de que, todas as crianças e adolescentes sintam o amor de Jesus em seus corações e em suas vidas. “Desejo que todos sintam a força da unidade que tem a nossa Igreja e percebam o quanto ela é linda e santa. Espero que este movimento, também desperte os adultos, para a importância do cuidado e do respeito com as crianças e adolescentes”, destaca a religiosa. “Além disso, que percebam que eles não são o futuro, mas o presente e que as realidades difíceis que as crianças vivem devem ser transformadas agora. Que a celebração da Jornada Nacional da IAM seja para a glorificação e propagação do nome de Nosso Senhor Jesus Cristo", completou.

A coordenadora diocesana da IAM em Juazeiro, diocese que acolheu o encontro, a Irmão Iracema Uchoa, também marcou presença atuando na organização e realização dos trabalhos.

FONTE: POM - 06/05/2013

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.