Diocese de Campo Maior (PI) promove formação para assessores da IAM



Assessores e coordenadores da Infância e Adolescência Missionária (IAM) da diocese de Campo Maior no Piauí realizaram, nos dias 27 e 28, no Centro diocesano, mais um encontro de formação. Participaram cerca de 70 pessoas, sendo 50 crianças coordenadoras, algumas delas estavam ali se preparando para iniciar o grupo da IAM em suas comunidades.

Segundo Marina Cardoso, coordenadora regional da IAM (Piauí), o encontro foi muito positivo. “Tudo estava realmente muito organizado e transcorreu na mais perfeita harmonia. O objetivo da coordenação diocesana e regional foi alcançado. Nossa intenção era o de formar e articular novos grupos de IAM nas paróquias para celebrarmos os 170 anos da IAM com muito fervor e animação em toda a diocese. Eu particularmente saí do encontro satisfeita com os resultados”, avaliou a coordenadora.

Dom Eduardo Zielski, bispo da diocese de Campo Maior e Referencial para a animação missionária no Piauí, refletiu sobre a Espiritualidade missionária e destacou a importância da missão na vida da Igreja. A programação contemplou ainda, momento de leitura orante da Palavra de Deus onde as crianças participaram ativamente, superando as expectativas.

Um panorama sobre a realidade da IAM nas paróquias e na diocese, sobre o que está sendo realizado e o que é ainda preciso fazer, um momento festivo com apresentações, brincadeiras e confraternização, completaram a programação.

Em nome da coordenação estadual da IAM, Marina Cardoso passou informações sobre o Ano da IAM no Brasil e os preparativos para a Jornada Nacional da IAM. Em seguida, Maria José Alves (Dedé), coordenadora do Conselho Missionário Regional (Comire), Nordeste 4 da CNBB, repassou as orientações sobre o cofrinho da IAM, através do qual as crianças e adolescentes fazem a sua oferta em prol das missões.

As atividades foram concluídas com uma missa presidida por dom Eduardo Zielski. Durante a homilia o bispo falou diretamente para as crianças e fez menção à missão delas nos grupos. “Vocês sabem amar? Vocês amam Jesus? Como vocês o amam? Você ama seu próximo? Seu coleguinha? Querem seguir Jesus?”, perguntou dom Eduardo. “Para segui-lo é preciso amá-lo e para amá-lo vocês devem amar seu coleguinha”, completou. Essas colocações provocaram reflexões nas crianças. Após a missão foi servido o almoço e todas retornaram para suas paróquias e cidades.

Veja mais fotos em nossa página do Facebook. CLIQUE AQUI.


Comentários