Mães, missionárias por natureza!


Oi, meus amigos. Nossa saudação: “De todas as crianças do mundo, sempre amigos”. Hoje encontrei uma criança triste. Perguntei a ela porque estava assim e ela me disse que não sabia que presente dar para sua mamãe. É que as crianças de todos os países, culturas e tradições prestam sua homenagem no dia das mães, e ela não sabia o que fazer. Sabem o que disse a este amiguinho? O mesmo que diria a mãe dele: “Simplesmente a ame!”. 

POR QUE ELAS EXISTEM?
Meus amigos, vocês já devem ter lido ou ouvido o primeiro livro da Bíblia que fala sobre a origem de todas as coisas.

O capítulo 3, versículo 20, do Gênesis diz assim: “E o homem deu o nome de Eva à sua mulher, por ser a mãe de todos os seres humanos”, e um pouco antes, no capítulo 1, Deus, abençoando o casal Adão e Eva, diz assim: “Sejam fecundos e multipliquem-se...”. Em outras palavras, Deus pediu que, através da união deles, gerassem filhos para povoar a terra. Em outras palavras, sejam pai e mãe!

Nestes dias eu fiquei pensando: como a natureza é perfeita. Fiquei também imaginando: e se eu tivesse sido gerado na barriga do meu pai? Bem estranho, né? Mas, se acaso pudesse acontecer, acho que não daria muito certo. O homem não leva jeito, falta ternura, perseverança... sei lá. Acredito que cada um tem um papel a desempenhar. A mãe desempenha o seu e, por sinal, muito bem!

A MISSÃO DE SER MÃE
A mãe não é só mãe, vocês sabiam? Muitas vezes ela é também esposa, professora, catequista, dona de casa..., e tantas outras coisas. Porém, a missão que ela recebeu de ser mãe é bem maior do que todas as outras missões.

Um amigo meu, que se chama Dom Orlando Brandes, me disse uma vez: “Ninho, o amor de mãe é um dos caminhos mais importantes para construir uma nova sociedade. As mães são esperança para a família, para a Igreja e para o mundo”. Foram palavras sábias, vocês não acham? O amor de mãe traz uma paz sem igual. Vocês já viram uma mãe amamentando seu filho, ou brincando com ele num passeio, ou ainda tentando entendê-lo numa crise de choro? Naqueles momentos presenciamos ao que há de mais sublime na criação de Deus. É a ternura do próprio Deus, que é Pai e Mãe, que a gente vê.

OUTRAS MISSÕES
Mas, como vocês bem sabem, nossas mamães têm muitas outras missões a cumprir. A missão de esposa que elas desempenham ao lado de nossos pais. Eles percebem o quanto elas se preocupam, embora estejam cansadas de tanto trabalho, para estarem bonitas, perfumadas e acolhedoras quando ele chega do trabalho. A missão de educadora.

São elas que nos ensinam as primeiras palavras, como sermos educados, como nos comportar com os amiguinhos e, ao iniciarem as aulas, sempre estão perto da gente para nos ajudar a entender os deveres que a professora passou para casa.

A missão de catequista. Sim, é uma missão que Deus passou primeiro para elas. São elas que primeiro nos falaram de Deus, nos ajudaram a fazer o sinal da cruz, nos ensinaram as orações mais simples, nos dizem o que Deus quer da gente...

Ah, lembrei-me de outra missão. Milhares de mães têm a missão de ser também pai. Isso acontece quando elas são viúvas, separadas ou mães solteiras. Elas carregam uma missão muito pesada, pois, além de educar seus filhos, elas têm que assumir um ou mais trabalhos fora de casa para sustentar a família. Elas são verdadeiras heroínas, pois tudo enfrentam sem desanimar. 

OS TEMPOS MUDARAM E...
Por sermos ainda crianças, não conhecemos o que já se passou neste mundo. Mas tivemos ocasiões para ouvir que a vida das pessoas e das famílias, nos últimos anos, foi mudando muito rapidamente.

Nossos pais sempre dizem: “Ah, como era gostoso comer aquele pão caseiro, ou o bolo de milho que nossas mães faziam no final da tarde. Elas viviam nos presenteando com os talentos de suas mãos”. Mas agora tudo é muito diferente. Elas não têm mais tempo para fazer tudo isso e, portanto, compram tudo prontinho. Hoje, a maioria das mães tem que sair, ficar longe de casa para trabalhar, para ajudar nossos pais a sustentar a família.

Com isso, aquela mãe que estava 24 horas por dia ao lado dos filhos não existe mais. Sua missão se tornou muito mais difícil, pois, além de tudo que faz fora de casa, ela não pode deixar de ser a nossa mãe querida, protetora, amiga e esposa. Meus amiguinhos, digo-lhes isso para que vocês entendam como nossas mães são extraordinárias e como merecem todo o nosso amor.

AMIGOS PRA VALER
Tudo que acabei de dizer, é para que vocês entendam que, apesar de todas essas mudanças nós temos que apreender a amar ainda mais as nossas mães. Mas como? Passando horas de muita amizade e intimidade com elas e com os nossos pais. Podemos fazer isso à noite, quando estivermos todos em casa, e nos finais de semana. Seria muito triste se lembrássemos das mães, demonstrar-lhes todo o nosso carinho somente no Dia das Mães.

Digo mais: que crianças missionárias seríamos se fôssemos egoístas a ponto de acharmos que somente as mães é que devem fazer tudo, como se fossem nossas servas, para não dizer escravas? Portanto, é nosso dever presenteá-las todos os dias com a nossa compreensão, carinho e ajudando-as todas as vezes que precisarem.

NOSSA HOMENAGEM
Queridas mães, não sabemos bem como agradecê-las, porém temos certeza de uma coisa: a vocês devemos muito! É claro que vocês não esperam recompensa, mas sabemos que seus olhos se enchem de lágrimas quando as defendemos ou lhes dissemos que as amamos. Queremos agradecer por nos terem ensinado a amar Jesus e por estarmos agora na Infância Missionária. Nós agradecemos vocês pelas noites sem dormir, pelas primeiras palavras, pela felicidade que são para nós. Parabéns, Mamães!”

MÃES MISSIONÁRIAS!
Ah, quase estava esquecendo. Todas as semanas nós temos outras mães que nos amam muito e se sacrificam por nós: elas são as nossas professoras, as nossas catequistas e as assessoras da Infância e Adolescência Missionária.

Nós recebemos muito destas verdadeiras mães e missionárias que Deus colocou ao nosso lado para que nos ajudassem em nossa caminhada.

O que seria de nós sem essas outras mães? Devemos amá-las e pedir a Deus que lhes dê força e inteligência para que nos ajudem a crescer como cidadãos e como bons cristãos.


REFLETIR E AGIR
1. Além das missões apresentadas no texto, quais outras missões nossa mãe desempenha?

Comentários