Header Ads

IAM do Brasil visita Moçambique e realiza formação de assessores


O secretário nacional da Obra da Infância e Adolescência Missionária (IAM), padre André Luiz de Negreiros e a coordenadora estadual da IAM do Paraná, Elaine Machado viajaram para Moçambique onde realizam encontros de formação para assessores e líderes de grupos de IAM em algumas dioceses. A cooperação faz parte do apoio que as Pontifícias Obras Missionárias (POM) do Brasil vêm dando ao trabalho nas missões naquele país da África austral.

O primeiro encontro de formação aconteceu na região norte, na diocese de Nampula que, entre os dias 31 de julho e 2 de agosto, reuniu 54 assessores de sete paróquias daquela diocese. “Percebemos o comprometimento desses assessores em atuar como IAM, mesmo em meio a tantas dificuldades. Existe uma vontade imensa de formação e das visitas da equipe de coordenação. Isso revela uma vida de testemunho”, explica Elaine Machado em relato feito por email sobre os trabalhos em curso. “Em Nampula aconteceu uma partilha muito rica onde pudemos ouvir seus anseios e seus desafios”, complementa.


As dificuldades enfrentadas pelas lideranças não os desanima. “Uma vida sem dificuldades não vale a pena ser vivida” comenta Danilo José Daniel, assessor da IAM na paróquia São Pedro que, juntamente com os colegas manifesta o desejo de conhecer o trabalho da Obra no Brasil.

O encontro foi assessorado pelo padre André que desenvolve vários temas relacionados à história, carisma, metodologia e espiritualidade da IAM a exemplo do que vem sendo feito no Brasil. A alegria é contagiante e as crianças em suas apresentações declamaram poemas e cantos saindo do fundo de seus corações o que demonstra uma amizade muito grande com Jesus. Nas celebrações os cantos são muito afinados e cantam com a alma.


Entusiasmando, o diretor nacional das POM em Moçambique, padre Atanásio Camira, comenta: “O futuro da Igreja está nestas flores que são as crianças, sua fé é contagiante, pois têm Jesus em seus corações”. Para Aniceto César, assessor da IAM na paróquia São José, “ser assessor é querer ser criança para ver o irmão crescer”, diz.

Aconteceu ainda uma reunião com a equipe de coordenação da diocese de Nampula que contou com a presença do diretor das POM nacional. Padre Leonel Toledo, IMC, coordenador da IAM na diocese está muito motivado com o trabalho e também com o apoio das POM do Brasil. “É importante para nós aprender e realizar a IAM, ressaltando o carisma da Obra, pois as crianças de hoje serão as lideranças de amanhã”, avalia.

Numa visita, o bispo de Nampula dom Tomé Makhwéliha disse que a IAM na diocese está pegando fogo. “Estamos muito contentes pelas crianças que garantem o futuro da Igreja e que desde cedo estão se conscientizando para serem missionários, graças ao esforço dos assessores que, muito empenhados estão levando a mensagem de Jesus a elas”, destacou.


Moçambique conta com pelo menos 200 missionárias e missionários brasileiros atuando em diversas frentes da missão. Durante a visita, padre André e a leiga Elaine Machado estão se encontrando com algumas comunidades como a da Congregação das Irmãzinhas da Imaculada Conceição, fundada pela Santa Madre Paulina.

Nossos agradecimentos aos padres Scalabrinianos, Remildo Boldori e Rodenei Sierpinski, ambos brasileiros e a leiga missionária, Daniela Gamarra do Regional Sul 3, que aqui nos acolheram e estão nos acompanhando em todos os lugares. É muito bom saber que juntos podemos fazer com que Jesus seja conhecido e amado”, ressalta Elaine.

Nos próximos dias, de 3 a 7 de agosto, a o mesmo trabalho será feito na cidade de Cuamba, na diocese de Lichinga.

FONTE: POM


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.