Header Ads

IAM e JM de Pernambuco realizam Congresso estadual de assessores


Com o objetivo de planejar e intensificar a articulação das atividades das Pontifícias Obras Missionárias (POM) no estado de Pernambuco, a coordenação da Infância, Adolescência e Juventude Missionária realizou, nos dias 21 a 23 de fevereiro, o 1º Congresso Estadual de Assessores. O encontro foi iluminado pelo tema “IAM e JM de Pernambuco a Serviço da Missão: é hora de testemunhar!”, e lema “A colheita é grande, mas os trabalhadores são poucos” (Mt 9, 37).

O estado de Pernambuco se estende do litoral até o sertão nordestino e possui dez dioceses, das quais oito estavam representadas no Congresso. O secretário nacional da Pontifícia Obra da Propagação da Fé (POPF), Guilherme Cavalli, representou as POM e na ocasião refletiu sobre as atividades da Obra. “É importante sermos uma Igreja missionária. Precisamos contribuir cada vez mais, para a construção de uma Igreja em saída, no modelo apresentado por Jesus Cristo. O papa Francisco nos lembra de que não somos um patrimônio destinado a alguns, mas para todos”, ressaltou o jovem.

A programação contou com reflexão da Irmã Dircilene Silva, coordenadora estadual da IAM. A religiosa falou sobre os 170 anos da fundação da Obra e do seu 1º Congresso Americano marcado para mês de maio em Aparecida (SP). A jovem Viviane Matos, por sua vez, expôs sobre a identidade do assessor missionário e a Jornada Nacional da IAM. Além de estudos, aconteceram oficinas sobre recursos materiais como instrumentos do assessor, a IAM na educação escolar, a leitura orante da Palavra de Deus e o projeto #JMemAção iluminado pelas “Bem-aventuranças”.

Testemunhos missionários vividos no Brasil e em outros países proporcionaram momentos ricos de partilhar. Padre Samuel Briano e Lucilene Santos, coordenadora diocesana da IAM na diocese de Pesqueira, contaram a experiência vivida por missionários durante 12 dias, a diocese em Manaus (AM). Na sequência, o jovem Wallas Oliveira, representante da diocese de Caruaru, relatou sua história missionária e a sua contribuição na organização da IAM no Regional Nordeste 2 da CNBB. “O atual momento vivido pela IAM no Brasil é de muita euforia e júbilo, já que vem se organizando e crescendo com as outras Obras Pontifícias, como a Propagação da Fé. Esta é uma ocasião positiva que gera união e estímulo para o seu crescimento”, contou Wallas.


As jovens Viviane Matos e Ângela Lucena vindas da diocese de Garanhuns (PE), também tiveram a oportunidade de falar sobre a experiência realizada no mês de janeiro, junto às comunidades campesinas na Missão de Verão, no Paraguai. Elas ressaltaram as visitas às famílias e os encontros com crianças e jovens. Teone Pereira dos Santos que viveu por três anos e meio no norte de Moçambique, África, também falou. “No sofrimento da guerra, a Igreja moçambicana cresceu e se uniu como nunca”.

Para o jovem Jadson Bezerra, da equipe de articulação da JM em Pernambuco, o Congresso foi um momento de partilha da vida missionária, despertar da necessidade de criação de grupos nas dioceses e fortalecimento dos contatos missionários no estado”. Além disso, conseguimos conhecer algumas das dioceses que já possuem JM e articular a coordenação estadual, com a disposição da jovem Laíse Menezes, da diocese de Nazaré, além de outros jovens, para a organização da JM no estado”, declarou Jadson.

A Diocese de Nazaré é uma das que mais se destaca na organização da JM em Pernambuco. Para a jovem Laíse Menezes, o Congresso foi uma “oportunidade de aprender um pouco mais sobre a dimensão missionária e sobre a JM”. Ela leva para os grupos “muito aprendizado, inclusive, a necessidade de sair de si e seguir em missão”. Para o missionário Francisco, da diocese de Caruaru, “a experiência missionária e os testemunhos que ouvimos nos faz perceber que podemos fazer muito mais pela e com a nossa Igreja. Ser missionário dentro do Brasil, fora do nosso país e em nós mesmos é o que levo, tanto para a minha vida pessoal e profissional, quanto para os grupos da Diocese”, relatou.

As atividades encerraram com uma missa presidida pelo padre Antônio Pereira, da Comissão Arquidiocesana de Pastoral para a Ação Missionária e Cooperação Interclesial. Em sua homilia o padre destacou a importância de “colocar-se a serviço do Reino de Deus, desde pequeno”. O jovem Jadson Bezerra e a Irmã Dircilene Silva agradeceram a participação de todos e destacaram a necessidade de dar continuidade ao Congresso estadual nas dioceses, paróquias, grupos de IAM e JM, principalmente na articulação com as coordenações diocesanas e estaduais das Obras Pontifícias.

Comunicação IAM e JM de Pernambuco.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.