Rumo à 3ª Jornada Nacional da IAM - São Paulo Tchen

Olá amigos, sou Fiji e também faço parte da turminha da Garotada Missionária. Nessa semana, a nossa Infância e Adolescência Missionária vai completar 172 anos de fundação... Viva a IAM!

Desde a sua fundação, nossa Obra deu frutos de heroísmo missionário e escreveu páginas muito bonitas na história da Igreja. Vocês sabiam que as primeiras crianças chinesas, salvas pelas "crianças missionárias", tornaram-se professores, catequistas, médicos e sacerdotes? O dom do Batismo transformou-se em luz para eles e para as suas famílias.

Entre as crianças ajudadas pela oferta e pela oração das primeiras crianças missionárias, animadas por Dom Carlos Forbin Janson, encontram-se o mártir São Paulo Tchen e o primeiro Arcebispo de Pequim, o Cardeal Tien Kenhsin.

Hoje, vamos conhecer um pouco da história desse garoto asiático salvo pelas primeiras moedinhas ofertadas pelas crianças da IAM.



Paul Tchen (Chen Changpin) nasceu em 11 de abril de 1838, em Sintchen, na província chinesa de Kouy-tcheou (Guizhou), numa família não cristã e muito pobre. Paulo recebeu educação escolar graças à ajuda da Pontifícia Obra da Infância Missionária. Admitido no seminário menor em 1853, foi batizado e crismado no Natal daquele mesmo ano, e fez a Primeira Comunhão em 1854. Em 1860 entrou no seminário maior de Tsin-gay. Em 12 de junho de 1861, os soldados invadiram o seminário e prenderam Paulo e outras pessoas, porque eram cristãos. Não obstante os sofrimentos e as ameaças, ninguém negou sua fé. Paulo e os outros companheiros foram mortos em 29 de julho de 1861, o seminário foi destruído. Beatificado por Pio X em 1908, seus restos mortais foram transferidos para Paris, na Capela da Santa Infância na Catedral de Notre Dame, em 10 de junho de 1920. Em 1° de outubro do ano 2000, foi canonizado pelo Papa João Paulo II, na Praça São Pedro (Vaticano), no grupo dos 120 mártires chineses.


Linda a história de São Paulo Tchen, não é verdade? Sua história é testemunho do carisma da IAM como caminho de santidade das crianças. Continuemos com nossas orações e solidariedade para que muitas crianças, assim como Paulo Tchen, possam ser salvas e conhecer Jesus.

São Paulo Tchen, rogai por nós!

De todas as crianças do mundo, sempre amigos.

Comentários