#FalaSério: 10 milhões de crianças sem escola na Nigéria


Mais de dez milhões de crianças da Nigéria não têm acesso à educação. A principal causa desta grave lacuna é a violência perpetrada há cinco anos pelo grupo extremista islâmico Boko Haram, embora a evasão e o abandono escolar precoce sejam uma realidade há décadas no país mais populoso da África.

O alarme é da Unicef. O Fundo das Nações Unidas para a Infância observa que esta taxa é a mais elevada do mundo e que o fenómeno afeta mais mulheres do que homens. A ação do grupo jiadista tem agravado o problema. O próprio nome “Boko Haram” significa “a educação ocidental é pecado”, de um ponto de vista radical do islão.

Apesar deste perigo, as autoridades do estado de Borno, onde os terroristas mantêm suas principais bases, decidiu começar o ano escolar regular, destacando que a educação é um dos principais instrumentos para a construção da paz e para o desenvolvimento.

Comentários