Lideranças avaliam articulação da Infância e Adolescência Missionária no Regional Oeste 1


Avaliar situações e definir metas de articulação de grupos da Infância e Adolescência Missionária (IAM) para o Regional Oeste 1 da CNBB (Mato Grosso do Sul). Essas proposições marcaram encontro de lideranças ocorrido dia 11 e 12 de junho em Campo Grande, sob assessoria de padre André Luiz de Negreiros, secretário nacional da IAM.

Entre as avaliações apresentadas em plenária, algumas dificuldades citadas são comuns às dioceses, tal como a falta de formação para atender e aperfeiçoar mais pessoas para fazer as assessorias, e ainda para acompanhar crianças e adolescentes que possam ser os coordenadores de grupos.

Padre André Negreiros lembrou que a formação é essencial, além de ser sempre continuada, pois é necessário acompanhar os temas desenvolvidos anualmente pela coordenação nacional de IAM. Segundo ele, há direcionamentos para assessores, que são os adultos que acompanham os grupos, e também para o adolescente e a criança que irão ser os coordenadores desses grupos. “Além do que dispõe o site das Pontifícias Obras Missionárias, temos o blog e a página no facebook ‘Garotada Missionária’ e também o aplicativo de mesmo nome. Lidamos com diferentes linguagens, lembrando que cada idade é de um jeito. Grupos de crianças têm um jeito de abordagem, o adolescente é bem outro”, observou.

Esperança é a palavra. Revejo muita gente experiente neste encontro e também rostos diferentes. Gente de interesse para uma nova caminhada. Essa mescla de experiência com o novo dará um trabalho frutuoso”, afirmou o assessor.

A diocese de Três Lagoas discutiu sobre a falta que faz ter uma equipe paroquial que evite sobrecarregar compromissos em uma ou duas pessoas, e que também acompanhe todo o processo, pois é preciso orientações para não desviar tanto as formas de atuar.

Uma das dioceses com grupos de Juventude Missionária (JM) bem atuante é Corumbá. Segundo a representante Rosângela Urt, que também é a coordenadora do Conselho Missionário Regional (Comire), há uma forte caminhada tanto prática quanto orante de jovens na missão. Inclusive, lembrou que está sendo organizado um evento a ser realizado dia 14 de agosto, com cerca de trinta jovens comprometidos e entusiasmados.

Com relação a metas, destacou-se o comprometimento de representantes da diocese de Campo Grande, com delimitação de período para fazer um levantamento geral acerca da existência de grupos de IAM pelas paróquias. Com esses dados, serão feitas visitações aos grupos para animar e também nomear representante diocesano para então, ter definida a coordenação diocesana de IAM em Campo Grande.

Comentários