Header Ads

Brasil: Prefeitos ricos, alunos pobres



Não é apenas o péssimo desempenho de alguns municípios brasileiros na mais recente avaliação sobre a qualidade do ensino médio que envergonha os brasileiros. Cruzamento feito pelo Correio comparando os dados do Ministério da Educação (MEC) e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mostra que, em boa parte deles, enquanto o ensino público despencou, o patrimônio dos prefeitos - boa parte deles de olho na reeleição - ascendeu. E não são números isolados: das 30 cidades onde o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) registrou as maiores quedas, comparando-se os resultados de 2011 com os de 2009, em 20 delas os atuais prefeitos ou vice-prefeitos são candidatos nas eleições de outubro.

Responsabilidade educacional
Em 14 desses municípios, os políticos aumentaram os respectivos patrimônios. "O Congresso Nacional precisa aprovar uma lei de responsabilidade educacional para evitar a má aplicação dos recursos e punir os gestores que não cumprirem as metas", defende o professor da Faculdade de Educação da Universidade de Brasília (UnB) Célio da Cunha.

FONTE: Correio Braziliense (DF); Estado de Minas (MG) – 27/08/2012

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.