Header Ads

Cristianismo é a primeira religião na África



O cristianismo é a primeira religião na África e nitidamente superou o Islã. É o que revelam novos dados apresentados estes dias no Congresso "Religião num contexto globalizado", realizado na Universidade de El Jadida, no Marrocos, pelo Cesnur (Centro Estudos sobre Novas Religiões), a rede internacional de estudiosos do pluralismo religioso, dirigida pelo sociólogo italiano Massimo Introvigne.

Segundo dados do Congresso – do qual participaram especialistas de dezoito países, provenientes de todos os continentes –, os cristãos representam 46,53% da população africana, os muçulmanos representam 40,46%, e 11,8% pertencem às religiões africanas tradicionais.

Dentre 58 países africanos, 31 têm maioria cristã, 21 têm maioria muçulmana, e 6 têm presença majoritária das religiões tradicionais.

Em 1900 os cristãos na África eram dez milhões; em 2012 alcançaram a cifra de quinhentos milhões. Em 1900 os africanos eram 2% dos cristãos do mundo; hoje são 20%; daqui a dez anos constituirão o maior bloco continental dentro do cristianismo, superando a Europa e a América.

"Esses dados são ainda muito pouco conhecidos, mas têm um grande significado histórico, cultural e político. Já existem mais cristãos praticantes na África do que na Europa", explica Introvigne.

O sociólogo observa que "com o tempo isso mudará não somente a África, mas também o cristianismo, como havia percebido João Paulo II, de quem se deve recordar a grande atenção pela África, atenção essa continuada por Bento XVI que já visitou o continente duas vezes". (RL)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.