Header Ads

Pequenos grandes heróis


O mês de setembro, por ser 0 mês da Bíblia, nos motiva a apresentar as crianças e mais especificamente, à Garotada Missionária, alguns personagens importantes do cenário da história da salvação. A Bíblia faz parte da história de um povo, onde a Palavra de Deus se fez carne e assumiu, em Jesus, a nossa condição humana. Não se pode falar desse livro santo deixando de lado as crianças, os "pequenos grandes heróis". Tanto no Antigo como no Novo Testamento há crianças que recebem de Deus uma missão especial.

A história é a mestra da vida e nós somos péssimos aprendizes, repetindo os mesmos erros. Tanto no passado como no presente, acontece a falta de carinho para com a criança. Em geral não se valoriza 0 que a criança é e sua experiência. Mas Deus vê as coisas de outro jeito. E pela força dos pequenos que Ele realiza grandes maravilhas (cf. Is 60, 22). Sabemos que Deus nao pode errar. Ele sabe muito bem em quem confiar. Aos nossos olhos até pode parecer que Ele e um "teimoso", porque muitas vezes prefere os fracos e os pequenos. 

Pequenos grandes heróis da Bíblia 
São muitos os pequenos grandes heróis na Bíblia. Vamos lembrar de alguns:
Moisés foi predestinado por Deus, desde pequeno, para libertar 0 povo da opressao do Faraó no Egito. Apesar de ter sido educado na corte do Faraó, ele nao esquece suas raízes e os sofrimentos de seus irmãos, submetidos a escravidão (Ex 2, 1-11);

- Jeremias reconhece que Javé o escolheu bem cedo: "Antes de formar você no ventre de sua mãe, eu o conheci, (...) eu o consagrei para fazer de voce profeta das nações". Ele acrescenta: "Ah, Senhor, eu nao sei falar, porque sou ainda um me nino" (Jr 1, 4-9);

- Davi foi escolhido para ser rei de Israel, quando ainda era muito pequeno. Os irmãos dele, muito mais fortes, foram excluídos por Samuel. Em Davi temos 0 protótipo do verdadeiro "pequeno grande herói" porque foi com coragem e valentia, que derrotou o gigante Golias. (cf. 1 Sm 17, I-58);

- João Batista é o precursor do Projeto de Deus: "e você menino, será chamado profeta do Altíssimo, porque ira a frente do Senhor para preparar-lhe os caminhos" (Lc 1 ,66-80);

Santos meninos e meninas, grandes benfeitores da humanidade. Entre eles há duas crianças cuja santidade nos impressiona:
- Tarcísio, 0 patrono dos coroinhas. Ele preferiu morrer a deixar profanar as hóstias consagradas que carregava. Por isso se tomou mártir da Eucaristia;

- Teresinha do Menino Jesus, desde muito pequena, mostrava sinais de santidade. É impossível falar de infância espiritual sem menciona-la. Ainda em vida, já enchia o convento e o mundo de entusiasmo missionário. Ela partia do princípio de oferecer a própria vida pelo trabalho dos missionários. Por isso, merece ser colocada como padroeira das missões e da IAM.

É preciso fazer alguma coisa! 
O grito de Dom Carlos Forbin Janson, fundador da IAM há 170 anos, ecoa nos ouvidos das crianças do mundo, que sentem compaixão, diantedo sofrimento e da morte prematura de milhões de vítimas inocentes. Sim! É preciso fazer algo agora!

Assim aconteceu há dois mil anos com aquele menino que escutava Jesus no meio de cinco mil pessoas. A ele pediram 5 pães e 2 peixes para a multiplicação. Foi uma grande partilha. (cf. Jo 6, 5ss). Pequenos grandes heróis são meninos(as) que buscaminspiração nos "heróis" da Bíblia para um jeito novo de ser e viver.

Quem seria este menino ou menina hoje? Certamente aquele menino esta apontando para todos(as) aqueles(as) que querem seguir Jesus de perto e estão sempre dispostos(as) a oferecer algo para ajudar e salvar alguém ou até uma multidão, se preciso for.

Pe. Manuel Aparecido Monteiro (Néo),
Missionário da Consolata
Artigo publicado na Revista Missões
Setembro de 2004

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.