#FalaSério: Em Gaza, 240 mil crianças voltam às aulas, e encontram as lousas furadas por tiros


Lousas furadas por tiros, marcas de projéteis nas paredes, cadeiras vazias de colegas que não existem mais. Assim foram acolhidos os 240 mil alunos da Faixa de Gaza no reinício do ano letivo em algumas das 252 escolas que a Agência das Nações Unidas para Refugiados Palestinos (UNRWA) administra na área.

Depois dos traumáticos 50 dias de brutais conflitos, morte, destruição de deslocamentos de massa, estamos determinados a dar às crianças uma nova esperança e perspectivas melhores para a reabertura das escolas o mais rápido possível”, consta em uma nota do Comissário geral da UNRWA.

Mais de 90 escolas de Gaza foram utilizadas como abrigo para os refugiados em consequência dos bombardeamentos durante os ataques contra a população da Faixa. A equipe da UNRWA continua a trabalhar dia e noite para preparar o retorno dos estudantes às aulas.

É um esforço árduo, pois apenas alguns dias atrás, 29 eram usadas como abrigos. A Agência quer garantir segurança e normalidade às crianças que voltam à escola. Foram formados 7.800 professores sobre novas metodologias de ensino para as crianças de Gaza.

FONTE: Agência Fides - 17/09/2014

Comentários