Header Ads

Em Serra Leoa, inaugurado um centro de acolhimento temporâneo para crianças órfãs de ebola


São sempre mais numerosos os órfãos em decorrência da epidemia de ebola em Serra Leoa. Nas últimas semanas, o trabalho de AVSI e da ong local Family Home Movement (FHM) se concentrou na assistência às famílias que estão em quarentena e que não podem se mover dos hospitais, distribuindo a elas alimento, água e bens de primeira necessidade, além de víveres como leite, necessário aos recém-nascidos que ficaram órfãos e que, com o passar das horas, se tornam sempre mais.

Além disso, justamente para eles, desde o dia 2 de março está operativo um Interim Care a Lakka, dotado de 30 leitos que os acolherá temporariamente à espera de um local definitivo em família. Paralelamente, continua o empenho para a tutela dos menores diretamente nos contextos familiares e comunitários.

No que diz respeito à educação das crianças que não podem ir à escola, durante o período em que as escolas ficaram fechadas por medo dos contágios, Avsi garantiu um programa de educação através do rádio, utilizando as transmissões das redes nacionais para transmitir, por três horas diárias, lições para quem não pode sair de casa por causa da quarentena. As escolas reabrirão em 16 de março somente para quem deveria concluir o ensino fundamental em 2014 e não fez as provas no final do ano. Os alunos farão uma semana e meia de recuperação antes da prova nacional.

FONTE: Agência Fides - 06/03/2015

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.