Header Ads

Arquidiocese de Brasília realiza Encontro de Líderes Missionários Infantis


Samambaia, cidade satélite de Brasília (DF) sediou na Paróquia Santuário Santa Luzia, Encontro de Líderes Missionários Infantis (ELMI) da Arquidiocese de Brasília. Foi de 24 a 26 de abril, com a presença de 53 crianças e adolescentes, de várias paróquias e comunidades da arquidiocese.

As crianças e adolescentes ficaram hospedados em casas de famílias, que os acolheram com entusiasmo, pois foi a primeira vez que a paróquia recebeu encontros missionários.

O encontro foi conduzido pela coordenação arquidiocesana da Infância e Adolescência Missionária (IAM) e da Juventude Missionária (JM) de Brasília, onde os assessores se revezaram nas palestras e atividades.

Foram abordados vários temas relevantes para a formação dos líderes missionários, como história e carisma da IAM; perfil do coordenador da IAM; metodologia dos encontros de grupo; Pontifícias Obras Missionárias (POM); fundamentos da missão; ser humano colaborador de Deus; liturgia e a vivência da leitura orante da Bíblia.

Reforçando a formação
No sábado (25) houve gincana missionária com provas de conhecimento relacionadas às palestras, com as equipes: Sacrifício, Oração e Solidariedade. As provas foram lúdicas, com verdadeiro ou falso, quebra-cabeça, e a mais querida das crianças que foi a ‘torta na cara’, onde os assessores também participaram.

O domingo (26) iniciou com a Santa Missa celebrada por dom Valdir Mamede, bispo auxiliar de Brasília e referencial missionário da arquidiocese.

Durante a celebração que trouxe o evangelho do Bom Pastor e marcou a Jornada de Oração pelas Vocações, o bispo pediu orações constantes por novas vocações. Dom Valdir lembrou de dioceses da Amazônia, com mais de 400 comunidades, assistidas por um único padre. Mencionou a Paróquia Santa Luzia, com quatro comunidades, onde há a graça da presença de três sacerdotes, os padres Barnabitas.

Envio
O momento do envio foi significativo. Dom Valdir Mamede pediu que as crianças e adolescentes ficassem de pé e se dirigiu a elas. “Vocês crianças da IAM, muito obrigado pelo trabalho que realizam em Brasília. Agora, depois desse encontro, vocês receberão o selo da arquidiocese, para ir em missão e anunciar que Jesus é o Senhor de nossas vidas”.


No final da celebração, o bispo auxiliar de Brasília abençoou as cruzes da IAM, para entregar aos líderes missionários e enquanto recebiam, todos entoavam o canto Ardor Missionário.

Ao enviar as crianças e adolescentes em missão, dom Valdir questionou os pais da comunidade que ainda não levaram seus filhos para a Infância e Adolescência Missionária. Observou que ali havia muitas crianças, mas que faltavam muito mais e que a responsabilidade era dos pais e não das crianças.

Para encerrar o encontro, as crianças e adolescentes receberam o certificado de participação.

Jéssica Rosa de 13 anos testemunhou que “o encontro foi muito importante para a formação, pois agora estou mais confiante para conduzir o grupo da IAM na comunidade”.

Já a assessora Kamila Formiga da comunidade Santa Luzia partilhou. “Fiquei muito feliz com as palavras de dom Valdir durante a celebração e quando falou dos pais foi uma chamada de atenção, já que em todas as missas convidamos as crianças para participar da IAM”.

Com informações Equipe Comunicação IAM 
Província de Brasília

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.