Canonização dos pais de Santa Teresinha do Menino Jesus será no Dia Mundial das Missões


O Papa Francisco vai presidir neste domingo, 18 de outubro, a uma cerimônia no Vaticano em que vai proclamar santos os pais de Santa Teresinha, primeiro casal a ser canonizado em conjunto. Simbolicamente, a canonização acontece durante o Sínodo dos Bispos sobre a família, que decorre até ao próximo dia 25, e no Dia Mundial das Missões, de que Santa Teresa do Menino Jesus é padroeira.

Os pais de Santa Teresinha, Louis Martin (1823-1894) e Zélie Guérin Martin (1831-1877), foram declarados beatos pelo Papa emérito Bento XVI, a 19 de outubro de 2008, numa cerimônia presidida em Lisieux (França).

Louis, relojoeiro, e Zélie Martin, bordadeira, casaram-se em 1858 e tiveram nove filhos: quatro faleceram ainda na infância e cinco filhas seguiram a vida religiosa.

Para a canonização foram reconhecidas duas curas tidas como milagrosas: Pietro, criança italiana nascida em 2002, com uma malformação pulmonar, e Carmen, nascida em Espanha no ano de 2008, prematura e com uma grave hemorragia familiar.

As relíquias dos novos santos vão ser levadas pelas duas crianças durante a Missa a que o Papa vai presidir, na Praça de São Pedro.

A canonização, ato reservado à Santa Sé desde o século XIII, é a confirmação, por parte da Igreja Católica, de que um fiel católico é digno de culto público universal e de ser apresentado aos fiéis como intercessor e modelo de santidade.

Comentários