Header Ads

20ª Assembleia Nacional da Infância e Adolescência Missionária tem início em Brasília


Coordenadores estaduais da Infância e Adolescência Missionária (IAM) estão reunidos neste final de semana, dias 3 a 6, para a 20ª Assembleia Nacional, com o objetivo de renovar e fortalecer o compromisso com a missão. O encontro reúne na sede nacional das Pontifícias Obras Missionárias (POM), em Brasília (DF), os coordenadores estaduais da Obra para avaliar as atividades realizadas durante o ano e planejar os trabalhos e ações de 2016.

A programação inicia com a acolhida da equipe, a divisão de trabalhos, encaminhamentos, prestação de contas e segue com reflexões da Espiritualidade Missionária; Desafios e possibilidades na Adolescência Missionária: Perspectivas psicológicas e sociológicas, apresentada pelo padre Wladimir Porreca.

E seguindo o planejamento anual haverá uma avaliação dos encontros e sugestões temáticas para o próximo ano, assim como criar uma rede de comunidades para que as metas sejam de fato atingidas.

Para o secretário nacional da IAM, padre André de Negreiros, a expectativa é de que a Assembleia seja um tempo de avaliação, planejamento, formação, articulação e informação dos trabalhos que estão sendo realizados nos estados.

Segundo padre André, o encontro irá criar um parâmetro para perceber em que nível está o serviço da Obra. “É a balança que permite avaliar não só o equilíbrio, mas o peso em que está nosso trabalhoOnde avançamos, onde estamos estacionados e até mesmo se demos ré.” Todos esses pontos serão desenvolvidos por meio desta assembleia, ressalta o secretário.

Padre André destaca os principais passos que animam o percurso da Obra no futuro: Qualificar os assessores, os adultos que implantam os grupos, para que saiam do amadorismo, conheçam o universo infanto-juvenil e se preparem para serem os espelhos desse público, que hoje no presente, dão a resposta, mas que no futuro ocuparão o lugar destas pessoas que estão conduzindo.

Outro passo é reanimar as pessoas que conduzem as atividades e dizer que elas não estão sozinhas e contam com pessoas que também passam pelas mesmas dificuldades. E por fim, a esperança de sempre crescer e avançar no trabalho.

O casal Percio e Marcia Pereira Vitória, coordenadores da Regional Sul 2 (Paraná) participam pela primeira vez da Assembleia. “Esperamos receber orientações para que possamos ajudar os assessores de nossa região. Eles aguardam nossa partilha. Buscamos o amadurecimento e sabemos que estamos no caminho certo.”

“Vir para essa Assembleia é renovar forças”. Assim define a vice-coordenadora da Regional 3 (Bahia), Adenilsa Serra. “Aqui é como se fosse casa do pai. Onde encontramos irmãos de diversas dioceses, com um único objetivo, que é levar a obra adiante. Vim colher, abraçar, receber orações e forças para continuar. Nossas crianças merecem e precisam de nosso apoio.

A Assembleia encerra no domingo (6) com o planejamento das atividades para 2016.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.