4ª Jornada Nacional da IAM movimenta a Diocese de Umuarama


Mais de 2 mil pessoas participaram da 4ª Jornada Nacional da Infância e Adolescência Missionária (IAM) celebrada na diocese de Umuarama (PR). Em sintonia com a IAM de todo Brasil a Jornada foi realizada no dia 29 de maio. A Jornada teve início com a celebração eucarística na catedral Divino Espírito Santo, em Umuarama (PR). A missa foi presida pelo coordenador diocesano da ação evangelizadora, padre Jailson João da Silva e concelebrada pelos padres André Luiz Negreiros, secretário nacional da IAM, Edvaldo Lopes de Farias, assessor diocesano da IAM, Agenor Martins da Silva, coordenador da ação evangelizadora da arquidiocese de Campo Grande (MS) e Vagner de Assis Chateaubriand, da diocese de Toledo (PR).

Durante a celebração 800 crianças da IAM e mais de 400 crianças e adolescentes de pastorais coroaram e se consagraram a Maria por Jesus, com o compromisso diário de rezar numa Ave Maria para o continente europeu e em especial para as crianças refugiadas que lá se encontram.

A animadora da IAM da paróquia Santuário Perpétuo Socorro de Umuarama (PR), Ana Júlia Alvarenga, de 12 anos, afirmou que a Jornada renovou seu espírito missionário. “Não vejo a hora de poder assumir um grupo, amo a IAM. A Jornada foi linda, envolvendo os adolescentes, os jovens, os pais e os padrinhos em um único propósito, rezar e ajudar o outro”.

A Jornada foi animada com encenações, coreografias, biblioteca itinerante e muita diversão com o esquadrão da alegria, coordenado por Frei Bernardo Luz. “Foi impressionante ver a participação expressiva de crianças e adolescentes na liturgia e em outros momentos durante a celebração. Os jovens e até mesmo os pais se encantaram com a IAM. Quando se tem pessoas que se doam e dão o máximo de suas vidas pela obra, Deus só tem a abençoar os frutos dela. Ser missionário é dar de si para o outro”, relatou o sacerdote.

Cláudia Lobato da Costa, voluntária da IAM, explicou que a Jornada também é tempo de reencontrar amigos. “A Jornada proporciona o encontro de várias paróquias, de cidades diferentes e até mesmo de outras dioceses, assim, é um momento de reencontrar amigos e de fazer novos laços. A consagração das crianças e adolescentes e a coroação de Maria são momentos de testemunho e de fé. As apresentações culturais e as brincadeiras são momentos de interação, que neste ano foi dedicado ao continente europeu”.

Com informações da IAM, Diocese de Umuarama (PR)


Comentários