Assessores da IAM realizam formação em Porto Nacional (TO)


Coordenadores e assessores da Infância e Adolescência Missionária (IAM) da Diocese de Porto Nacional (TO) participaram, no dia 06 de maio, na Paróquia Nossa Senhora Aparecida de Gurupi, de um encontro de formação (EFAIAM), primeiro nível. Na ocasião foram abordados temas como o perfil do assessor da IAM, a metodologia do trabalho e a psicopedagogia da criança e adolescência.

Ulaine Queiroz, coordenadora da IAM na diocese explica que, quanto a metodologia, “existe uma certa confusão entre catequese e IAM onde uma está substituindo a outra o que é lamentável, pois sabemos da importância das duas para a Igreja. A catequese visa a iniciação à vida cristã e o discipulado de Jesus e a IAM reforça a dimensão missionária na vida cristã”.

Há algumas experiências de trabalho conjugado entre a catequese e a IAM. A catequese é indispensável para a iniciação das crianças, adolescentes, jovens e adultos à vida cristã. Neste processo, a IAM não substitui a catequese, mas contribui para colocar a missão no centro da vida do batizado.

Com os esclarecimentos os participantes demonstram muito interesse em aprender e colocar em prática a metodologia da IAM. “Entrei em contato com algo grandioso, pois vim de uma região que não tinha grupos de IAM e vi que as crianças que passam pela Infância Missionária são diferentes”, relata Afonso Cláudio Leviski um dos participantes do encontro.

Com informações da IAM de Porto Nacional (TO)

Comentários