Header Ads

COMIRE Sul 1 define delegados para o 3º Congresso Missionário Nacional


O Conselho Missionário Regional - COMIRE Sul 1 da CNBB (estado de São Paulo) realizou neste sábado, 14, o seu Pré-Congresso em preparação ao 3º Congresso Missionário Nacional (3º CMN), que acontece em Palmas, Tocantins, entre os dias 12 e 15 de julho de 2012. O encontro foi realizado na sede da Obra dos Cenáculos Missionários - OCM, bairro Alto da Lapa, São Paulo, com a participação de 80 pessoas representantes dos Conselhos Missionários de 31 dioceses do estado e de organismos missionários.

O Pré-Congresso, teve início com uma celebração eucarística presidida por dom Vicente Costa, bispo de Jundiaí e presidente do COMIRE, e concelebrada pelo assessor do COMIRE, padre Éverton Aparecido da Silva, da diocese de Presidente Prudente. O bispo falou da sua alegre expectativa da realização do Pré-Congresso e do Congresso Nacional. "Alegro-me pela participação de presbíteros, diáconos, seminaristas, religiosos e religiosas e pelo grande número de leigos e leigas que se dedicam à Missão e recebem com alegria esta formação missionária", disse na homilia. "Jesus faz com que a mulher, Maria Madalena, seja a primeira anunciadora da ressurreição. Os 11 são repreendidos por teimarem em não acreditar no anúncio. Jesus espera de nós uma ação missionária cheia de fé, para anunciar a todos esta verdade: Cristo Ressuscitou verdadeiramente, aleluia!", completou dom Vicente.

O teólogo e assessor do Conselho Indigenista Missionário - CIMI, padre Paulo Suess, abordou o tema "Discipulado missionário: do Brasil para um mundo secularizado e pluricultural, à luz do Vaticano II", que também é tema do 3º CMN. Paulo Suess, que é autor de um dos três artigos que compõem o texto-base do Congresso, refletiu sobre o discipulado, a missão e o seguimento. "No Evangelho de João há sete expressões de auto-identificação de Jesus. A partir dessas expressões, aprendemos a conhecer o Mestre e tomamos a decisão de segui-lo", disse. As expressões de Jesus, refletidas pelo assessor são: "Eu sou o pão da vida" (Jo 6, 35); "Eu sou a luz do mundo (Jo 8, 12); "Eu sou a porta" (Jo 10, 7.9); "Eu sou o bom pastor" (Jo 10, 11.14); "Eu sou a ressurreição e a vida" (Jo 11, 25); "Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida" (Jo 14, 6); "Eu sou a videira" (Jo 15, 1.5).

"Neste mundo secularizado e pluricultural como ser discípulo?" questionou o teólogo, para em seguida afirmar: "o que caracteriza o discípulo é a permanente busca de conformidade com a missão do Mestre. Prioridade absoluta dessa missão é gerar vida, não com meios sofisticados, mas através do despojamento da própria vida".

Sobre os desafios do mundo secularizado pós-moderno, padre Suess destacou que, "o discipulado missionário exige inculturação no ambiente dos pobres onde a fé é vivida. Precisamos sempre discernir entre a necessidade da inculturação e a necessidade da contraculturalidade evangélica. Eis a questão: estar no mundo, sem ser do mundo", alertou. "A chave para a inculturação é a comunicação, onde aparecem as divergências, os valores, a dialética de cada grupo", sublinhou.

Padre Paulo chamou a atenção para as principais forças do Concílio Vaticano II na ótica da Missão, com destaque para a natureza missionária da Igreja; a centralidade da Palavra de Deus, a centralidade do Reino; o conceito de Igreja como Povo de Deus; a opção pelos pobres; a inculturação e a libertação. Após a palestra, Suess respondeu perguntas em plenário.

Para a coordenadora do COMIRE, Maria de Fátima da Silva que, com o auxílio da Equipe Executiva coordenou os trabalhos, "o encontro foi importante para reunir as dioceses do regional e pensar a Missão. O tema proposto nos desafia para um trabalho mais comprometido. Vamos a Palmas participar de um evento celebrativo e beber das fontes para somar forças com os demais regionais", avaliou.

Na segunda parte do encontro, a Equipe Executiva do COMIRE apresentou a programação e a logística do 3º CMN, que reunirá na capital do Tocantins, 600 delegados dos diversos regionais. São Paulo enviará 46 participantes. Um dos pré-requisitos para a formação da delegação era a participação no Pré-Congresso. As vagas foram ocupadas pelos representantes das dioceses presentes e membros da diretoria executiva do COMIRE. A delegação será liderada por dom Vicente Costa, auxiliado pela coordenação do COMIRE.

Fonte: Comunicação COMIRE Sul 1

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.