Curso apresenta experiência com Infância e Adolescência Missionária nas escolas


Os projetos da Coordenação de Evangelização das escolas Maristas direcionados às infâncias foram apresentados pelo analista de pastoral, Gilson Prudêncio, na Semana de Formação Missionária para Educadores, nesta quinta-feira, dia 24 de julho, em Brasília (DF).

O evento, promovido pelo Centro Cultural Missionário (CCM) em parceria com a Província Marista Brasil Centro-Norte (PMBCN) e Pontifícias Obras Missionárias (POM), reuniu 24 educadores, entre religiosos e leigos, de congregações e entidades de nove estados do Brasil, entre os dias 21 a 25 de julho, com o objetivo de fortalecer a aplicação da metodologia da Infância e Adolescência Missionária (AIM) nas escolas, em comunhão com o Ensino Religioso e a catequese.

Prudêncio iniciou a palestra apresentando a estrutura do Marista no Brasil, com recorte à atuação da PMBCN, hoje, com mais de 40 unidades educacionais e sociais. Na sequência, o analista mostrou o trabalho da Coordenação de Evangelização, a partir das quatro áreas de atuação: Pastoral das Infâncias/Catequese, Pastoral Educativa, Pastoral das Juventudes e Pastoral Social. “Todos os colégios e escolas sociais do Marista têm uma coordenação de pastoral, que atua em parceria com o pedagógico”, esclarece aos presentes.

Na sequência, ele destacou o trabalho da evangelização na Província, com foco nos três objetivos estratégicos da área Pastoral das Infâncias/Catequese, para o triênio 2012-2015, dentre eles, o de implementar e assegurar os processos de iniciação na fé e a sistematização dos projetos com as crianças. “O Marista acredita na formação integral que articula fé, cultura e vida. E as crianças têm muito a nos falar  e ensinar”, pontua o analista.

Ele também contextualizou o caminho trilhado pela PMBCN na pastoral das infâncias, com enfoque às pesquisas e estudos realizados, a partir dos contextos pedagógico, psicológico e teológico da criança, que resultaram na sistematização de importantes publicações da coleção de cadernos Escola em Pastoral, com destaque ao “Infância Missionária na Ambiência Marista”. A publicação, direcionada aos estudantes do Ensino Fundamental I, preferencialmente, do 3º ao 5º ano, foi criada com o objetivo de suscitar nas crianças o espírito missionário. “O Papel do educador pastoralista é garantir a vitalidade do Instituto e Carisma Marista, e estimular o aluno a desenvolver, entre outras coisas, sua autoconfiança”, declarou, ao afirmar que, a criança pode ser a protagonista no processo de crescimento na fé e também o sujeito da evangelização.


Outros cadernos da Coleção Escola em Pastoral, voltados à evangelização das crianças, desde a Educação Infantil até o Ensino Fundamental I, serviram de inspiração para o grupo. São eles, o Amar, Sementes Maristas e Amiguinhos de Champagnat. A partir da experiência Marista, ao final do dia, os participantes se reuniram para escrever uma proposta de projeto único para as infâncias e adolescências missionárias as escolas que atuam. O documento passará pela equipe das POM para validação.

Foram debatidos, ainda, durante a Formação, os temas “A Escola Missionário de Jesus”, com o padre Estêvão Raschietti, secretário Executivo do CCM, e “A IAM nas Paróquias e Dioceses”, com o padre André Luiz de Negreiros, secretário nacional da Pontifícia Obra da Infância e Adolescência Missionária. “A evangelização se inicia na base, a Igreja tem que se preocupar com as crianças”, pontua o padre André Luiz.


Veja mais:

Comentários