Caritas Jerusalém: em Gaza 400 mil crianças precisam de apoio psicológico


Em Gaza, enquanto dura o cessar-fogo que suspendeu a operação Protective Edge lançada pelo exército israelense e o lançamento de mísseis pelos militantes de Hamas, agora 400 mil meninos e jovens precisam de apoio psicológico para aliviar os efeitos dos últimos três conflitos que envolveram a população da Faixa de Gaza nos últimos seis anos. É o que informa a Caritas Jerusalém, citando fontes da Onu, no último dossiê informativo sobre suas atividades.

“Meninos e meninas – consta no dossiê, recebido pela Agência Fides – representam a parte da população que mais sofre as consequências dos conflitos armados. Grande parte deles sofre devido à desagregação das famílias e assume uma visão pessimista da vida”.

O apoio psicológico para ajudar os meninos e meninas a superar os traumas consequentes de conflitos armados representa um dos principais campos de ação das iniciativas promovidas pela Caritas Jerusalém em favor da população de Gaza. Desde 22 de agosto, a equipe de intervenção psicossocial da Caritas Jerusalém está trabalhando, graças a numerosos voluntários, nas áreas e edifícios onde estão concentrados os refugiados para animar atividades individuais e coletivas entre meninos e meninas, ajudando-os a extravasar, em modo não destrutivo, a raiva e a sensação de opressão acumulados durante o conflito.

FONTE: Agência Fides - 04/09/2014

Comentários