Diocese de São Miguel Paulista avalia e planeja caminhada da IAM


Na tarde deste sábado, 29, a coordenação da Infância e Adolescência Missionária (IAM) da Diocese de São Miguel Paulista, em São Paulo (SP), reuniu seus membros na Paróquia de São Francisco de Assis para um momento de avaliação e planejamento das atividades.

Durante o ano de 2014, os assessores destacaram a realização da Jornada Diocesana, realizada no mês de maio, quando as crianças participaram do primeiro Bate Latas diocesano e entregaram suas contribuições recolhidas no cofrinho missionário. "As crianças voltaram super animadas; nas semanas seguintes os pais nos procuraram para parabenizar pelo evento porque seus filhos não paravam de comentar em casa.", partilhou Jane Caitano, assessora na Paróquia do Sagrado Coração de Jesus, em Guianases.

Outro ponto que ganhou destaque é o apoio que o bispo diocesano, Dom Manuel Parrado Carral, vem dando ao trabalho realizado pela IAM. "No mês de março, durante a reunião diocesana do clero, Dom Manuel entregou uma carta à todos os párocos recomendando a implantação da Infância e Adolescência Missionária e apresentando a equipe diocesana. Muitos entraram em contato e, assim, iniciamos o trabalho em muitas comunidades.", recordou o coordenador diocesano da Obra, Felipe Gonçalves. "Ainda, em agosto, tivemos nossa reunião com Dom Manuel, onde ele, pessoalmente, expressou sua mensagem de apoio à todos os assessores", continuou o coordenador.

Para 2015, dois grandes eventos prometem animar missionariamente toda diocese: em maio, a Jornada Diocesana da IAM, para celebrar os 172 anos da Obra e, em setembro, o Encontro Diocesano da Família Missionária, que promete reunir crianças, jovens, famílias, seminaristas, sacerdotes, religiosos e leigos para refletir e celebrar a Missão. Ainda durante todo o ano será realizada a peregrinação da imagem da Sagrada Família, ação que será realizada com o intuito de animar e formar as Famílias Missionárias nas paróquias onde a IAM está implantada.

"Hoje a Infância, Adolescência e Juventude Missionária está implantada em cerca de trinta paróquias. Nosso esforço é oferecer meios para que os grupos vivam, de forma concreta, o carisma da Obra. Queremos que, na base, as crianças evangelizem outras crianças, vivendo a oração, o sacrifício e os gestos de solidariedade.", expressou Rodrigo A. Piatezzi, que também é coordenador diocesano da Obra.

Comentários