Header Ads

Começa a 19ª Assembleia Nacional da Infância e Adolescência Missionária


Teve início nesta quinta-feira, 4, a 19ª Assembleia Nacional da Infância e Adolescência Missionária (IAM). O Encontro reúne na sede nacional das Pontifícias Obras Missionárias (POM), em Brasília (DF), os coordenadores estaduais da Obra para avaliar as atividades realizadas durante o ano e planejar os trabalhos e ações de 2015. 

A programação inclui reflexões sobre a liturgia e Ofício Divino das Comunidades com criança e adolescente, uma visão geral do trabalho das Pontifícias Obras Missionárias durante o ano 2014, comunicação missionária, considerações sobre a IAM na Escola e avaliação das propostas do 1º Congresso Americano da IAM realizado no mês de maio, em Aparecida (SP). 

Padre Camilo Pauletti, diretor nacional das POM acolheu os 30 participantes, muitos deles vindos pela primeira vez e agradeceu seu empenho na coordenação dos trabalhos nos diversos estados. 

Na manhã desta sexta-feira, 5, o secretário geral da CNBB, dom Leonardo Steiner, presidiu a celebração Eucarística e deixou uma mensagem de incentivo para a missão da IAM no Brasil. Ao comentar as leituras do Tempo do Advento, dom Leonardo destacou a diferença entre os olhos físicos e os olhos da fé. “Os nossos olhos nos permitem admirar, nos fazem estarrecer, mas o que nos permite ver não são os olhos físicos e sim os olhos da fé”, disse o bispo. “O horizonte da fé nos faz ver coisas extraordinárias. É a visão da fé que nos faz ver os irmãos e irmãs, os necessitados, a corrupção, a reconciliação e agora que estamos a caminho de Belém será a visão da fé que nos fará ver o Deus menino amamentado, cuidado”, sublinhou dom Leonardo e complementou. “A Palavra vai abrindo os olhos para compreender melhor a presença de Deus em nosso meio e os olhos abertos nos fazem anunciar, sermos missionários. Os olhos que viram um Deus frágil, um Deus crucificado e ressuscitado, não conseguem não dizer, o que vimos torna-se palavra e saímos anunciar”. 

Maria da Piedade Sousa Rodrigues veio de Salgados, diocese de Estância no Sergipe e conta que no estado, a IAM tem grupos na arquidiocese de Aracaju e na diocese de Estância, enquanto que, em Propriá está começando. “A Assembleia representa uma comunhão entre os estados, uma troca de experiência e acima de tudo, uma renovação do ardor missionário para que a gente volte animado a continuar com a Obra”, diz a coordenadora. 


Para o secretário nacional da IAM, padre André de Negreiros, “realizar mais uma Assembleia é fortalecer a caminhada e dar indicativos de como devemos continuar trabalhando nas bases, em sintonia com todas as forças missionárias tendo em vista o protagonismo das crianças e adolescentes que devem ser o fruto novo no coração da Igreja”. Segundo ele, “avaliar, formar, informar e celebrar são passos que animam o percurso que deve ser renovado com novas pessoas, ao mesmo tempo em que agradecemos aos antigos pelas conquistas alcançadas”. 

A Assembleia encerra no domingo, 7, com o planejamento das atividades para 2015. 

Assista ao vídeo com a mensagem do padre André.

Histórico
Fundada por dom Carlos Forbin-Janson, bispo de Nancy, França, em 19 de maio de 1843 a IAM hoje está presente em todos os continentes, em mais de 130 países. Tem como finalidade suscitar o espírito missionário universal nas crianças, tornando-as protagonistas na solidariedade e na evangelização e, por meio delas, animar todo o Povo de Deus conforme diz o seu lema: "Crianças ajudam e evangelizam crianças". Acredita-se que hoje a IAM no Brasil conta com cerca de 30 mil grupos.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.