Header Ads

#GotasMissionárias: Criança, protagonista de um mundo novo


A criança missionária, através da Obra da Santa Infância e da Igreja, aprende com Jesus a ser boa discípula e a viver com Ele, o enviado do Pai. Por conta disso, as crianças da Infância e Adolescência Missionária (IAM) buscam ir ao encontro dos que mais sofrem ou os mais necessitados. Desde sua fundação, ocorrida em 1843, a IAM tem sido uma grande motivadora e promotora da evangelização no mundo. O carisma da Obra da Santa Infância favorece uma peculiar sensibilidade e disponibilidade missionária que leva as crianças a servir com alegria aqui e além-fronteiras. Uma criança missionária jamais é indiferente perante uma situação de dor. Isso pode ser confirmado de muitas maneiras. Na pequena história que aqui contamos, essa vontade de colaborar fica muito evidente.

Fato da vida
Justina voltou da casa da vizinha que tinha perdido uma filhinha de oito anos. "Por que você foi lá?", perguntou o pai. "Para consolar a mãe", respondeu ela com toda a ternura e a certeza da boa ação. "Como você pode consolar uma pobre mãe, sendo ainda tão pequena?" "Eu a abracei fortemente e chorei com ela", respondeu. E lembrou-se daquela frase do Evangelho que diz: "Felizes os que choram, porque serão consolados!" (Mt 5, 4).

Justina é um dos tantos exemplos de crianças generosas que, na hora certa e para a pessoa certa, sabem levar a consolação e a paz. O perfil de Justina se parece com o de milhares de crianças da IAM, espalhadas pelos cinco continentes: sempre com disposição para servir, a fim de melhorar a vida e o mundo das pessoas mais necessitadas.

Que bom ser de Cristo, que bom ser Igreja! Não nos faltam meios e oportunidades para realizarmos experiências significativas úteis para a nossa vida e para a vida dos demais. Oxalá os adultos não esqueçam as crianças e organizem espaços a partir dos quais possam ser proclamados seus apelos de paz para fazê-los chegar ao mundo inteiro. Ninguém melhor do que as crianças para desenhar os traços de um mundo novo, independente da idade, da raça ou da cultura.

De todas as crianças do mundo, sempre amigos!

Pe. Manoel Aparecido Monteiro (Néo)
Missionário da Consolata

FONTE: Revista Missões - Março 2005

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.