Header Ads

Rumo à 3ª Jornada Nacional da IAM - Falar como Jesus ao povo da Tailândia


Olá garotada missionária... Hoje vamos viajar até a Tailândia através do testemunho do Missionário Xaveriano, o sacerdote brasileiro, padre Thiago Rodrigues. A Tailândia é um país da Ásia com cerca de 70 milhões de habitantes, sendo menos de um por cento os cristãos. Vamos acompanhar com nossa turma um pouquinho dessa aventura missionária na Ásia?

“Como é falar de Jesus aos tailandeses? Muitas vezes sou interpelado por pessoas amigas a respeito desta pergunta. Confesso que, para mim, responde-la não é fácil. O motivo de tal dificuldade consiste no fato de que quando saí do Brasil, para ir como missionário na Tailândia, o meu desejo não era aquele de falar de Jesus (primariamente), mas de falar como Jesus (fundamentalmente). Existe uma grande diferença entre falar de Jesus e falar como Jesus. Há pessoas – não é a maioria, graças Deus! – que falam de Jesus sem realmente falar Dele e do seu Evangelho. São os charlatões de ontem e de hoje que usam a fé com um interesse pessoal. Há outras pessoas, porém, que não obstante as próprias limitações procuram falar como Jesus, ou seja, procuram ser “outro Cristo”. Falar como Jesus é a modalidade mais apropriada e eficaz para falar Dele. Esta é a motivação que alimenta e ilumina o meu ministério sacerdotal e missionário na Tailândia.


Como Jesus aos cristãos
Depois de um ano e meio estudando a língua e a cultura tailandesa em Bangkok, fui enviado para o Norte da Tailândia, juntamente com outros dois Xaverianos, a uma cidadezinha chamada Km 48. A nós foi confiada a paróquia desta localidade rural que é situada em meio a tantos vilarejos. Neste contexto, tantas são as possibilidades que encontramos para poder falar como Jesus aqueles que já o conhecem. Dentre todas estas possibilidades destaco a acolhida. Procuramos ir ao encontro dos nossos irmãos e irmãs partilhando suas dores e alegrias – angustias e esperanças, como também abrindo as portas da Igreja para que se sintam em casa e de casa. Assim como Jesus, que gostava do perfume de casa, cheiro de família, fragrância de comunidade.

Aos domingos, quando a celebração eucarística termina, pedimos aos nossos paroquianos de permanecerem na paróquia e juntos tomamos um café ou um chá, mas, sobretudo, partilhamos a vida. Esta partilha nos leva a entrar na casa do nosso povo e tocar a sua realidade de lágrimas e sorrisos, levando sempre a mensagem de Jesus: “Hoje a salvação entrou nesta casa!”.


Como Jesus aos não cristãos
Jesus Cristo, anunciando a Boa Nova do Reino, se aproximava das pessoas com respeito e no diálogo (pensemos no encontro de Jesus com a Samaritana, com Zaqueu, com Levi etc…). Através de palavras, gestos e atitudes genuinamente humanas, e, portanto, profundamente divinas, Jesus revelava a face do Deus Amor e Misericórdia a todos aqueles que o encontravam o que eram por ele encontrados.

Na nossa paróquia, procuramos também nós anunciar e testemunhar o Evangelho aos não cristãos seguindo este exemplo de Jesus de diálogo, escuta, respeito e serviço fraterno. Quantas vezes, caminhando pelas ruas da nossa cidadezinha e cumprimentando pessoas também de outras religiões (sobretudo Budistas), escutava as nossas crianças dizerem: “Padre, porque você os cumprimenta? Eles não são da nossa Igreja!” E eu respondia dizendo: “Isso não significa que eles não tenham ouvidos.” Depois de uma boa risada, a semente estava lançada: em Cristo nos descobrimos filhos e filhas amados por Deus, portanto, irmãos e irmãs entre nós; membros de uma única família! Além da estima recíproca, procuramos também trabalhar juntos em prol da dignidade da pessoa humana.

Comunidade Xaveriana de Tailândia

Como Jesus sempre
Deste modo, aos meus amigos e amigas que me interpelam sobre como é falar de Jesus aos tailandeses, respondo dizendo que, falar de Jesus a qualquer um e em qualquer lugar (ou quase) é fácil, mas falar como Jesus é mais desafiador porque mais comprometedor, porém, é o modo mais transformador (para mim e para o outro) de anunciar a beleza e a alegria do Evangelho."

Bonito testemunho não é? Vamos nos esforçar e assumir o compromisso de falar como Jesus para fazer do mundo uma só família...

De todas as crianças do mundo, sempre amigos!



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.