Jerusalém celebra o dia da Infância e Adolescência Missionária


Em colaboração com o Comitê da Pontifícia Obra para a Infância e Adolescência Missionária (IAM) na Terra Santa, e a paróquia latina de Jerusalém, foi celebrada na Igreja de São Salvador uma missa solene por ocasião deste dia. Na sua pregação, o Padre Firas salientou a importância das crianças na família e do seu papel na sociedade. Além disso, foram levadas ao altar pelas crianças, cinco velas coloridas para representar assim os cinco continentes, bem como, um modelo do mundo, a fim de confirmar a ligação humana que nos une a todos.

Nós escolhemos um título que as crianças possam entender, isto é "o dia da Infância Missionária”, e rezamos por todas as crianças do mundo. Apesar das diferenças entre elas, dizemos que elas são todos criaturas de Deus e que Deus nos ama. A mensagem mais importante que procuramos transmitir às crianças é precisamente “o dia da infância missionária”, explica padre Firas Hijazine, OFM, pároco latino de Jerusalém.

Depois da missa, todas as crianças foram para a escola "Terra Santa" para participar das diversas atividades, confirmando a importância do seu papel missionário. As crianças foram divididas em dois grupos.

"Além da escola e da Igreja, há também o catecismo, domingo, onde as crianças aprendem a ler o Evangelho e onde as ensinamos a viver uma vida cristã, como colocá-la em prática, para ser um exemplo vivo do Senhor Jesus Cristo. Os encontros dominicais de catecismo são centralizados no ensino da doutrina e no modo de colocá-la em prática na família e na sociedade. Há também os jovens que participam do Catecismo, a fim de ajudar as crianças e cooperar com elas, afirmando assim o seu papel, ao qual a igreja local dá uma importância especial.", expressou o jovem Fadi, de Jerusalém.

"Encontramos dificuldade em seguir cada membro da família, mas nós os visitamos constantemente para sensibilizá-los para a sua função educativa na transmissão da mensagem do Evangelho para as crianças, porque elas são parte principal desta mensagem.", partilha Frei Ayman Bathish. "Este papel que a Igreja tem é de grande importância, pois oferece às crianças a oportunidade de encontrar-se, de dialogar, e de participar das várias atividades que faltam, ao invés, nesta sociedade, que não dá espaço, cuidado e atenção às crianças."


FONTE: http://cmc-terrasanta.com - 28/01/2015

Comentários