Header Ads

#FalaSério: O exército birmanês liberta uma centena de crianças-soldado


O exército birmanês libertou de suas tropas 109 crianças-soldado. Por anos, Mianmar foi um dos países com o maior número de crianças-soldado, seja nas tropas do governo como em meio aos rebeldes. Durante 49 anos, o país asiático foi governado por militares e a comunidade internacional condenou suas violações de direitos humanos, como o recrutamento de crianças-soldado.

O atual governo reformista, formado em 2011, colaborou com as Nações Unidas para libertar todos os pequenos envolvidos nas Forças Armadas birmanesas. Desde junho de 2012, até hoje, libertaram 472. O objetivo é erradicar o fenômeno, mesmo se, apesar de se ter reduzido, o recrutamento prossegue e os recrutas mais jovens provêm de famílias muito pobres, que tentam ganhar algo a mais oferecendo seus filhos. Não se sabe quantos são, no total.

As Nações Unidas declararam que sete grupos de guerrilheiros pertencentes a etnias minoritárias, que combateram ou continuam a combater contra o Governo, seguem utilizando as pequenas vítimas.

FONTE: Agência Fides - 26/09/2014

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.