Header Ads

Regional Sul 4 da CNBB realiza encontro de aprofundamento da IAM


Com a finalidade de perseverar no ardor missionário, o Regional Sul 4 da CNBB (estado de Santa Catarina), promoveu nos dias 31 de outubro a 02 de novembro, um encontro de aprofundamento missionário. A iniciativa reuniu em Blumenau, 66 assessores da Infância e Adolescência Missionária (IAM), das dioceses de Rio do Sul, Blumenau, Florianópolis, Caçador, Joinville, Chapecó e Criciúma.

A assessoria foi feita pelo secretário nacional da IAM, padre André Luiz Negreiros e pela coordenadora regional, Zenaide Busarello.

Os seminaristas Fabiano e Benedito, do Pontifício Instituto das Missões Exteriores (PIME) se encarregaram da animação. Estes partilharam com o grupo a experiência de vida assumida pelos padres missionários que são enviados em missão no México, Filipinas, Guiné Bissau, China, Argélia, Papua Nova Guiné, Argélia, entre outros países que necessitam de pessoal missionária.

Todos os participantes foram envolvidos nos momentos de espiritualidade (Terço, Via-Sacra, Liturgia da Missa, Envio), realizados com o carisma da IAM, seus símbolos e sua visão ad gentes. Padre André ressaltou a importância de “atrair as crianças pela amizade com Jesus e com todas as crianças do mundo”, concretizando o objetivo da IAM de suscitar o protagonismo universal das crianças.

À luz das palavras do papa Francisco de ser uma “Igreja em Saída”, segundo padre André, o assessor da IAM deve trabalhar de mãos dadas com a Catequese, Pastoral da Criança, coroinhas, movimentos e grupos Infanto-juvenis, para então olhar para a sociedade, o Conselho Tutelar, ONG’s e ações do governo que devem defender a vida das crianças e adolescentes.

Relembrando as características que fundamentam a IAM, padre André destacou a intercessão dos padroeiros da Obra, Santa Terezinha do Menino Jesus e São Francisco Xavier, dos fundadores, dom Carlos Forbin Janson e Paulina Jaricot, e dos protetores, São Paulo Tchen e Gabriel Perboyre, bem como a prática do carisma próprio, sendo o agir missionário da comunidade tornando Jesus conhecido e amado por todos.

Foi também estudado a personalidade da criança neste mundo pluricultural e secularizado, aonde ela vai se tornando vítima do consumo exagerado, do excesso de informação, das novas realidades de família e das mais variadas formas de exploração, precisando de atenção, compaixão, escuta e acolhimento dentro da comunidade através de seu protagonismo.

Para finalizar foi comentado sobre a crescente tendência da IAM nas escolas e sobre os projetos e ações realizadas em cada diocese, estabelecendo metas e compromissos para fomentar a Obra da IAM com este olhar sem fronteiras em nossas igrejas.

Comunicação IAM Joinvile (SC)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.