Header Ads

#FalaSério: Centenas de crianças no Paquistão morrem de fome em consequência da penúria no sul do país


Nos últimos dois meses, os médicos e enfermeiros do hospital civil de Mithi, distrito de Tharparkar, no sul do Paquistão, viram morrer de fome dezenas de pessoas, em maioria meninos e meninas menores de dois anos, devido à grave penúria que atinge a reunião. Até o final de 2014, 650 pessoas morreram, e o número continua a aumentar com a redução das precárias reservas alimentares e com a morte, causada pelo sol forte, do gado, principal fonte de sustento desta comunidade de pastores.

Segundo uma fonte local de Sindh, há três anos consecutivos esta tragédia afeta os moradores deste distrito, no confim com Rajastan e Gujarat. A agricultura e a pecuária são as fontes principais de vida em Tharparkar, difíceis em uma região árida, onde a coleta de água pluvial e os poços subterrâneos, por vezes a 120 metros de profundidade, são a única fonte de água potável.

Os esforços das ONGs não são suficientes para limitar a crise. Segundo o Presidente de ‘F uturo nas Nossas Mãos - Paquistão’ (FIOHP), o governo distribuiu trigo no início da seca, mas não prosseguiu. A FIOHP trabalha em nível local, mas não pode cobrir todo o distrito, cuja população se distribui em 2.300 aldeias, em 22 mil km² de área.

Para definir as ajudas, o governo se baseia em dados de 16 anos atrás, registrados no censo de 1998, e consequentemente, muitas vítimas não terão ajuda. Um estudo revela que Tharparkar registra o menor índice de desenvolvimento humano dos 25 distritos da província de Sindh. A desnutrição e o inadequado sistema de saúde pública contribuem para o crescente índice de mortalidade de dezenas de pessoas, principalmente crianças, vítimas de diarreia e pneumonia. O responsável da Fundação Hisaar, ONG engajada em Tharparkar, acrescenta que a situação é agravada pelas condições socioeconômicas e pela prática de casamentos forçados, que causam um elevado índice de mortalidade infantil e materna.

FONTE: Agência Fides - 07/01/2015

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.