Encontros: "IAM da América a serviço da missão na Ásia"

A 3ª Jornada Nacional da Infância e Adolescência Missionária (IAM) será celebrada no dia 31 de maio e tem como tema: "IAM na América a serviço da missão na Ásia". Para preparar a jornada e fazer com que as crianças conheçam um pouco o continente asiático, a IAM da Diocese de Umuarama, no Paraná (http://iamumuarama.blogspot.com.br), preparou o roteiro de quatro encontros, de acordo com a metodologia da IAM. Nós do blog da Garotada Missionária fizemos algumas adaptações e disponibilizamos aqui o subsídio. Confira.

1º ENCONTRO - REALIDADE MISSIONÁRIA
 Ambiente: globo ou mapa; fitas ou bandeira com as cores dos continentes - destaque para cor amarela (que representa a Ásia); Bíblia; imagens da cultura e da realidade das crianças da Ásia e da América; cartaz da 3ª Jornada Nacional da IAM; cartolina para colar as imagens.

 Acolhida/Recepção: receber a todos com alegria, se possível com algo característico da Ásia (roupa amarela, kimono, chapéu).
Na Infância e Adolescência Missionária somos convidados à ser amigos de todas as crianças do mundo! Daí vem nossa saudação: "De todas as crianças do mundo, sempre amigos" (convidar as crianças para fazer a saudação). Por isto iremos começar nosso encontro fazendo a Dança da Amizade.

 Oração Inicial
Jesus é o nosso melhor amigo. E ele quer que sejamos amigos de todas as crianças do mundo. E é nessa amizade que estamos reunidos "em nome do Pai, do Filho, do Espírito Santo. Amém". Vamos rezar juntos a oração da IAM?
"Pela Vossa Santa Infância, ó Jesus, compadecei-vos das pobres crianças e adolescentes que não vos conhecem. Protegei-os e enviai muitos missionários para que eles vos conheçam e tenham vida em abundância. Amém"
 Conhecendo a Ásia
Quem lembra a cor dos continentes? O verde que  simboliza a África, o vermelho que é daqui da América, o branco lá da Europa, o amarelo é da Ásia e o azul da Oceania.
Durante a primeira Jornada Nacional da IAM, nós já rezamos e enviamos nosso dinheirinho do cofrinho para a America. E na segunda jornada para o continente africano. Vocês sabem para qual continente vamos rezar e ajudar a partir de maio? (deixar um tempo para responder)... Vamos rezar pelo continente asiático, quem sabe que cor representa o continente da Ásia? (deixar um tempo para responder). Vamos ver no mapa onde fica? (apontar no mapa). O Brasil fica no continente americano, já a Ásia está do outro lado do globo, bem longe de nós, mas neste mês, com a Jornada Nacional da IAM, queremos conhecer, rezar e também ajudar esses nossos irmãos. 

 Explicação do Cartaz da 3ª Jornada Nacional da IAM
a) Fundo vermelho: alusivo ao continente americano;
b) Cerejeira amarela: a cerejeira é uma árvore típica do continente asiático e está na cor amarela lembrando a cor que caracteriza este continente. As folhas da mesma formam o mapa do referido continente;
c) Cinco crianças: representam os continentes em oração sendo que a criança da América está no centro para demonstrar o compromisso das crianças de nosso continente com o continente asiático que é o destaque para a Jornada Nacional deste ano;
d) Raios abaixo das crianças: mesclam as cores vermelho e amarelo representado os dois continentes e ao mesmo tempo demonstram a amizade das crianças que ultrapassa todas as fronteiras.

 Atividade
Vamos conhecer mais um pouquinho da Ásia? Como será que são as crianças de lá? Qual a diferença com as crianças da América? (as  crianças são convidadas a comparar as imagens da realidade das crianças da Ásia e América - vestuário, grafia, comidas, etc - e fazer um cartaz)

O grupo também pode cortar as imagens acima e colar no mapa de acordo com o continente (América ou Ásia).

 Compromisso Missionário
Como compromisso, vamos rezar esta semana nossa Ave Maria para as crianças da Ásia e pesquisar e conhecer um pouco melhor este continente.

 Oração Final
Fazer preces espontâneas pelas crianças da Ásia, finalizar com uma Ave Maria e com a saudação da IAM.


2º ENCONTRO - ESPIRITUALIDADE MISSIONÁRIA
 Ambiente: cartaz confeccionado no encontro anterior, cartaz da 3ª Jornada Nacional da IAM, Bíblia, crucifixo, imagem de São Paulo Tchen e de Nossa Senhora, fazer outra cópia da imagem com as personagens que representam as crianças da Ásia e América.

 Acolhida/Recepção:
Neste encontro, Jesus nos convida a sermos amigos de todas as crianças do mundo. Veremos o exemplo de São Paulo Tchen, um garoto chinês que morreu por defender Jesus Cristo. Como crianças e adolescentes missionários, respondemos a este chamado de acender a chama do amor pelos cinco continentes, por isso iniciamos nosso encontro cantando o Hino da Infância e Adolescência Missionária.

 Oração Inicial
Vocês sabiam que Jesus viveu na Ásia? Belém, Nazaré, Galiléia, Jerusalém, são regiões que hoje pertencem a Jordânia e Israel, países que estão no continente asiático. Hoje, essas regiões vivem em contantes guerras. Vocês também sabiam que é na Ásia onde Jesus é menos conhecido? Somente 3% da população é católica. Vamos rezar por todas as crianças e pelos missionários que vivem na Ásia:
"Pela Vossa Santa Infância, ó Jesus, compadecei-vos das pobres crianças e adolescentes que não vos conhecem. Protegei-os e enviai muitos missionários para que eles vos conheçam e tenham vida em abundância. Amém"
 Conhecendo a Ásia
No encontro passado conhecemos um pouco da realidade da Ásia e assumimos o compromisso de pesquisar um pouco mais sobre esse continente. Vocês lembram de alguma coisa interessante? (deixar partilhar)
A Ásia é um grande continente, com diversas culturas, línguas, raças e religiões. No sul da Ásia, há um cumprimento muito bonito que lembra a nossa saudação da IAM. A saudação é assim: nós juntamos nossas mãos como estivéssemos fazendo uma oração, abaixamos a cabeça e falamos "Namastê".
O Namastê é uma saudação usada no Sul da Ásia. Utilizada originalmente por hindus e budistas e significa "O Deus que habita em mim saúda o Deus que habita em você".
Para o povo desta região, Namastê é o jeito mais digno e positivo de cumprimentar alguém porque transparece respeito e sentimento para com o próximo.
Esse gesto possui uma força e ação pacificadora por transmitir a mensagem de que todos compartilham da mesma essência, da mesma energia, do mesmo universo.

Vamos repetir essa ação e saudar nosso amigo que está na nossa frente?

 Paulo Tchen - Um menino santo
Vocês sabiam que a Paulo Tchen, um garoto chinês salvo pelas primeiras ofertas oferecidas pelas crianças da IAM tornou-se santo? Sua história é testemunho do carisma da IAM como caminho de santidade das crianças. Vamos conhecer sua história? (A história em texto e vídeo está disponível no link: http://migre.me/pDQDW)

 Palavra de Deus - João 15, 12-14
Que coisa bonita...  Jesus sabe o que é bom e certo. Ele nos ama e quer que a gente ame nossos amigos, até os que estão tão longe. São Paulo Tchen também foi exemplo de amor, ele deu sua vida pelo seu amigo Jesus. E nós, quais sacrifícios podemos fazer para demonstrar nosso amor por Jesus e pelos nossos amigos? (dar tempo para conversar)

 Oração Final: (Entregar às crianças os desenhos dos bonequinhos impressos na última semana. Enquanto se canta, ao falar o nome do país, a criança leva a figura até o altar preparado com a imagem de Nossa Senhora)
Neste momento, vamos rezar pedindo que Maria, Mãe de Jesus, cuide das crianças do mundo inteiro, especialmente as da Ásia. Vamos pensar na realidade dessas crianças e pedir que Maria, que tão bem cuidou do seu filho Jesus, proteja as crianças dos cinco continentes. Vamos começar cantando assim: (Melodia da música "Mãezinha do Céu" - Cantar a musiquinha e ir substituindo pelo nome dos outros países representados nas figuras: Arábia Saudita, China e Japão. Ao final, rezar uma Ave-Maria por todas as crianças da Ásia. Em seguida, cantar substituindo por Brasil, México e Estados Unidos e rezar uma Ave-Maria pelas crianças da América).

Mãezinha do céu eu já sei rezar,
e venho aqui, para te louvar,
recebe ó Maria, a nossa oração...
Sinal do nosso amor, para com os irmãos,
Sinal do nosso amor, para com os irmãos!

Mãezinha, minha mãe, cuide muito bem,
das crianças da Índia*, queremos o seu bem.
Recebe ó Maria, a nossa oração...
Sinal do nosso amor, para com os irmãos,
Sinal do nosso amor, para com os irmãos!

 Compromisso Missionário
- Que tal, como compromisso, ensinarmos o "Namastê" para algum amigo? Vamos fazer de novo? Juntar as mãos perto do coração, fechar os olhos, abaixar a cabeça, e agradecer o divino que está dentro do amiguinho: "Namastê".
- Lembrem que a Ave Maria deste mês é para as crianças da Ásia.
- Nosso próximo encontro é do compromisso missionário. Não esqueçamos da nossa oferta do cofrinho missionário que será destinada às crianças da Ásia.


3º ENCONTRO - COMPROMISSO MISSIONÁRIO
 Preparação: levar na visita o cartaz da 3ª Jornada Nacional da IAM, Bíblia, imagem de São Francisco Xavier e o cofrinho missionário.

 Acolhida/Recepção: Chegou a hora de "colocar o pé no globo", é hora da ação. Neste encontro, recomendamos uma visita a uma família que tenha descendência asiática ou a algum missionário que trabalhou neste continente. Ver com antecedência o local da visita.
Neste encontro, vamos conhecer melhor a Ásia partilhando a vida com quem já viveu neste continente. Nesta casa, nós vamos contar para a família o que vimos nos encontros anteriores: as diferenças e necessidades das crianças da Ásia, o testemunho de São Paulo Tchen e o pedido que Jesus faz à cada um de nós. Também levaremos o nosso cofrinho missionário para darmos nossa contribuição, gesto de nosso sacrifício e solidariedade.

 Oração Inicial
Vocês sabiam que o padroeiro das Missões, São Francisco Xavier, também foi à Ásia? Francisco Xavier nasceu em 1506 na Espanha, que fica no continente europeu, mas desde muito cedo desejou ser missionário. Em 1541, parte com um navio para evangelizar o mundo. Esteve na Índia e no Japão, seu desejo era chegar na China... Foi um dos maiores missionários do mundo, por isso, a Igreja considera que Francisco seja o missionário que mais converteu pessoas ao Cristianismo desde o apóstolo São Paulo. Neste início de encontro, vamos rezar a oração de São Francisco Xavier?
"Senhor, que, pela pregação de São Francisco Xavier, chamastes muitos povos ao conhecimento do vosso nome, concedei a todos os cristãos o mesmo zelo pela propagação da fé, para que, em toda a terra, a santa Igreja se alegre com novos filhos. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo. Amém."
Caminho que São Francisco Xavier percorreu em sua missão

 Atividade
- Partilhar com a família a realidade, costumes e cultura asiática
- Ler e partilhar com a família o Evangelho de João 15,12-14
- Convidar o visitante para rezar uma Ave Maria para as crianças da Ásia.
- Fazer a oferta do cofrinho missionário.
- Convidar a família para o encontro de Vida de Grupo.

 Dicas
- Veja como fazer o cofrinho missionário, clicando aqui.
- Caso não consigam visitar um missionário ou família que tenham vivido na Ásia, poderão realizar uma visita e, com a família, assistir um dos testemunhos missionários: Missão na Tailândia ou Missão no Japão.

 Oração Final
O exemplo de São Francisco Xavier e dos missionários, nos questiona e provoca. Diante de Deus, proclamemos nossa disponibilidade:

– Os povos da África pedem minha solidariedade.
Todos respondem: ‘Senhor, aqui estou. O que queres que eu faça? Envia-me onde quiseres’
– Os povos da Ásia pedem minha doação generosa.
– Os povos da Oceania pedem minha dedicação ao seu serviço.
– Os povos da Europa pedem meu testemunho.
– Os povos da América pedem a Palavra da vida.
 Os adolescentes e crianças do mundo inteiro me chamam.


4º ENCONTRO - VIDA DE GRUPO
 Preparação: Neste encontro somos convidados a resgatar e partilhar os encontros anteriores, porém, é aberto à todos. Seria interessante convidar outras crianças e adolescentes da comunidade e os familiares do nosso grupo.
De forma criativa, com apresentações e dinâmicas, podemos resgatar o que aprendemos: explicar o cartaz da 3ª Jornada Nacional da IAM, partilhar a realidade das crianças da Ásia, a história de São Paulo Tchen e São Francisco Xavier, encenar o texto bíblico (João 15, 12-14), ensinar o "namastê", exibir os trabalhos que confeccionamos ou fotos dos encontros. Abaixo, sugerimos outras atividades que podem ajudar a conhecer mais o continente asiático e criar o espírito de partilha:

 Chapéu chinês: Cortar um círculo na cartolina, fazer um corte conforme o molde e colar as extremidades. Passar um cordão ou elástico para segurar na cabeça. O chapéu pode ser usado durante a Jornada Nacional da IAM.


 Sugestão de filmes: 
- Mulan: A história se passa no ano 450 d.C., quando o vilão Shan-Yu, líder dos Hunos invade a China Imperial, revoltado com a construção da Grande Muralha. O Imperador ordena que um homem de cada família seja convocado para servir ao exército e ajudar na expulsão dos invasores. A jovem Fa Mulan, sabendo que seu pai, o ex-soldado Fa Zhou, está velho e doente e, portanto, não resistiria à guerra, decide assumir o lugar dele, se disfarça de homem e se apresenta no exército com a armadura e a espada de seu pai. Os ancestrais da família Fa sabem que se seu segredo for descoberto ela será condenada à morte por traição e decidem mandar o Grande Dragão de Pedra para trazê-la de volta.

Meu Vizinho Totoro: Um lindo e poético filme sobre a magia da infância dirigido pelo mestre da animação japonesa Hayao Miyazaki. Mei, é uma jovem que encontra uma pequena passagem em seu quintal, que a leva à um lendário espírito da floresta, conhecido como Totoro. Sua mãe está no hospital, e seu pai, divide o tempo entre dar aulas na faculdade e cuidar de sua mulher doente. Quando Mei, tenta visitar a mãe por conta própria, se perde na floresta, e só o grande e fofo Totoro, pode ajudar a menina a achar o caminho de volta para casa.

Hotaru no Haka - Túmulo dos Vagalumes (legendado): Um dos filmes mais assistidos no Japão. O filme relata a história de dois irmãos, Seita e Setsuko, no período da Segunda Guerra Mundial no Japão. O pai deles é convocado a defender o país na guerra, pois faz parte da marinha japonesa, e a mãe falece em um bombardeio de aviões norte-americanos. A partir daí, o filme mostra a luta pela sobrevivência das duas crianças, em meio à pobreza e miséria que assola o país. Fome, doenças e a falta de generosidade e de sensibilidade dos adultos faz deste percurso um dos filmes mais bonitos e comoventes sobre o trágico quadro gerado pela guerra. Este filme conta o outro lado da Guerra, sendo considerado um clássico.

Francisco Xavier - O tesouro do Samurai: Francisco Xavier era um jovem estudante de Paris e tinha grandes qualidade e muitas ambições na vida. Então, um dia, seu melhor amigo, Inácio de Loyola, provocou-lhe que verdadeiros vencedores não são aqueles que acumulam vitórias ou cometem gestos heroicos neste mundo, mas sim aqueles que arriscam tudo para vencer o mundo para Deus. Assim, Francisco parte como missionário rumo ao Oriente, onde trabalha em uma aldeia de caçadores de pérolas, ajudando um guerreiro samurai na busca de um valioso tesouro perdido. "Francisco Xavier, o tesouro do Samurai" é a história deste homem valente que fez de sua vida uma aventura de fé e de coragem, levando a Boa Nova de Jesus Cristo desde as selvas da Índia até os castelos proibidos do Japão.

 Brincadeiras:
- Tolchi Nori
Países: China e Coreia
Necessário: Marca de uma linha e tampinhas de garrafas, círculos amarelos.
A brincadeira original é pedra acertando pedra. Mas por questão de segurança fazemos a tampinha acertar o circulo. O circulo deve ser colocado a uma distância de 2,5 metros e os jogadores ficam em  outra. O jogador deve escolher um circulo e tentar acertar a tampinha dentro dele.

- Maklot
Países: Arábia Saudita e Israel.
Necessário: Três paus ou cordas.
Colocam-se três paus no chão, separados por meio metro. Os jogadores formam uma fila. Na sua vez cada jogador salta de pés juntos entre os três paus. Não pode dar mais de três saltos, tocar um dos paus ou separar os pés. Depois que todo mundo tiver conseguido, aumenta a distância.

- Peteca
A peteca é um brinquedo criado pelos índios brasileiros. No entanto, acabou evoluindo na forma e nas regras até se tornar um esporte. É muito popular na China e Coreia.
Necessário: Peteca.
Bate se na base da peteca, sem deixar cair.

 Desenho para colorir:


Comentários