Header Ads

Rumo à 4ª Jornada Nacional da IAM - Brincadeiras


Olá amigos... Como vocês e seus amigos brincam? Seja na escola, na rua ou na comunidade é muito bom ter amigos e brincar! Preparando a 4ª Jornada Nacional da Infância e Adolescência Missionária que tem como tema "IAM do Brasil a serviço da missão na Europa", nossa turminha descobriu que algumas brincadeiras comuns aqui no Brasil teve sua origem no continente europeu. Vamos conferir?

• Amarelinha - De origem francesa, a amarelinha chegou ao Brasil e rapidamente se tornou popular. A brincadeira consiste em um desenho formado por blocos numerados de 1 a 9, com semicírculos nas extremidades que são jogados com uma pedrinha que deve obedecer o limite das paredes de cada bloco.

• Ciranda - "Ciranda, cirandinha, vamos todos cirandar..." As cirandas é uma dança famosa do Brasil e foi trazida de Portugal como dança adulta, mas logo sofreu transformações e passou a alegrar as brincadeiras infantis.

• Escargot - Na França, as crianças jogam uma versão de amarelinha conhecida como "Escargot", que significa "caracol" em francês. É desenhado um contorno curvado no chão com giz que tem o formato espiral para dentro. Esses contornos são separados em 18 espaços e enumeram do 1 ao 17 e o último círculo bem no meio. O jogador pula com um pé direito ou esquerdo durante a vez de jogar, que tem o objetivo de chegar ao centro do caracol e fazer o caminho de volta. Se o jogador conseguir fazer o percurso completo, o jogador por escolher uma quadra que pulou e marcar com suas iniciais e os outros jogadores não podem pisar nesse quadrado. O jogo termina quando os participantes não conseguem mais chegar ao centro e, então, o jogador com mais quadras ganha.

• Esconde-esconde - Na Alemanha uma brincadeira que é muito popular entre as crianças parece com o nosso esconde-esconde, mas ao avesso. Neste jogo, apenas uma criança se esconde e todas as outras procuram. Quem encontra a criança escondida fica junto com ela no esconderijo, que vai se enchendo até sobrar uma só criança, que será a próxima a se esconder.

• Zic, zac, zuc - Comum na Espanha, França, Itália e Andorra, essa brincadeira precisa de mais de seis jogadores, boa alternativa para incluir todo o grupinho da IAM. Todos os jogadores se colocam em círculo e avançam o pé direito, de modo que as pontas dos sapatos se toquem. Todos dizem ao mesmo tempo: “um, dois, três, zic, zac, zuc, um, dois, três.” Imediatamente cada jogador escolhe se quer deixar o pé direito dentro ou fora do círculo. Os jogadores que ficaram em minoria, ou com o pé dentro ou fora do círculo, continuam a jogar. O resto sai do jogo. O último a permanecer no jogo é quem começa.

• Mora - No jogo "mora", comum, na Itália, duas pessoas escondem as mãos atrás das costas e ficam de frente uma pra outra. Elas devem escolher uma quantidade de dedos para mostrar, ao mesmo tempo em que tentam imaginar quanto daria a soma de seus dedos com os do outro jogador. Juntas, mostram os dedos e gritam o número que pensam que é a soma. Quem acertar, vence.

• Pega-pega - O famosos pega-pega no Brasil é conhecido como 'apanhada' em Portugal. É uma brincadeira infantil muito conhecida. Pode ser jogada por um número ilimitado de jogadores e possui inúmeras variantes. De modo geral, o jogo consiste em dois tipos de jogadores, os pegadores e os que devem evitar ser apanhados.

• La planche - Brincadeira comum na França, podem participar de dois a seis jogadores. Para esta brincadeira, precisamos de bolinhas de gude para cada jogador e uma tábua plana. Um a um, cada jogador coloca uma de suas bolinhas de gude no extremo superior da tábua e a deixa cair; quem conseguir que uma bolinha de gude toque numa das que se encontram no chão, fica com todas.

• Salto da pomba - Jogo de origem espanhola. Todos os jogadores formam pares. Um dos pares senta-se no chão, ficando um jogador em frente ao outro. Os outros pares põem-se em fila. Uma dupla de cada vez salta de mãos dadas por cima dos dois jogadores sentados. Cada vez que saltam, os jogadores que estão no chão mudam de posição, aumentando a dificuldade: com as pernas juntas; com as pernas abertas; com um pé em cima do outro; na mesma posição anterior, mas com uma mão para cima; na mesma posição anterior, com as duas mãos para cima.
Quando todos os pares tiverem saltado todas as posições, voltarão a saltar, agora com os pés juntos. Quando qualquer parte do corpo de um par tocar no par que está sentado, trocam-se os papéis e o jogo recomeça.


E tem mais... Selecionamos também alguns jogos que as crianças brincam em cada continente.

América
No Chile, as crianças jogam um jogo chamado "Corre, corre, la Guaraca" que é bastante parecido com a brincadeira do lencinho. Correr em espanhol tem o mesmo significado que em português e "Guaraca" não é um nome ou nem mesmo uma palavra com significado. Essa brincadeira é jogada com as crianças sentadas em uma roda com os olhos fechados enquanto a Guaraca anda ao redor deles levando um lenço e coloca-o nas costas de um jogador e corre na posição contrária da roda. O participante que está com o lenço corre atrás da pessoa que era a Guaraca e se ela sentar no lugar do jogador sem que ele o pegue, então ele está fora do jogo.

Na Colômbia as crianças gostam de uma brincadeira que também temos aqui. Alguém joga a bola para o alto e grita o nome de outra criança. Esta deve tentar agarrar a bola o mais rápido possível, enquanto o resto da garotada sai correndo. Assim que estiver com a bola nas mãos, a criança grita "Pare!", e as outras devem parar de correr. Aí a que está com a bola dá três passos até a criança mais próxima e tenta acertá-la.


África
O Pilolo é jogado em Ghana, oeste africado. A palavra significa "procurar" que é a ideia geral da brincadeira. Uma pedra, moeda, botão ou qualquer outra coisa que possa ser facilmente escondida é designada para cada jogador e escondida no local onde a brincadeira vai acontecer. As crianças devem permanecer de olhos fechados enquanto os objetos são escondidos. Um líder desenha a linha de chegada e, então, é gritado "Pilolo!" quando os objetos estão escondidos e as crianças correm para encontrá-los primeiro. O primeiro participante que atravessar a linha de chegada com um dos itens marca um ponto. O jogo pode ser repetido até que as crianças fiquem cansadas de jogá-lo e o participante com mais pontos ganha a partida.

Em uma brincadeira típica do Egito as crianças formam um círculo. Alguém inicia o jogo provocando o companheiro do lado com cócegas, caretas, mímicas... Como num telefone sem fio, os participantes vão provocando quem está ao seu lado, e assim por diante. Quem fizer barulho, perde o jogo e deve sair do círculo, até sobrar apenas o vencedor.

Ásia
No Laos, as crianças jogam uma versão do jogo dos palitos combinada com jogo da bagulha. Espalhe palitos de churrasco - ou qualquer tipo de palito - de uma forma que fique difícil de pegar um de cada vez. Jogue a bola para cima e tente pegar um dos palitos antes que ela caia no chão. Quem tiver o maior número de palitinhos no final do jogo, vence.

No Japão, o jô-quem-pô é muito popular neste país. As crianças brincam como aqui, fazendo gestos que representam papel, pedra ou tesoura. A diferença é que lá do outro lado do mundo elas gritam "jan-ken-pon!". Brinque de Jô-quem-pô com seu computador.

Oceania
Uma brincadeira comum jogada na Austrália é a "Burrow" (toca, em inglês). Seis jogadores formam um círculo; um deles é o coelho e o outro o dingo (cachorro silvestre australiano que vaga em matilha pelo país); outros dois jogadores formam a toca, fazendo um círculo de proteção com os braços em volta do coelho; outro jogador será o segundo coelho que está do lado de fora da proteção da toca; o sexto jogador é o juiz, que das as ordens de quando o jogo deve iniciar. O dingo corre atrás do coelho que está fora da toca, se o cachorro chegar muito perto, o coelho pode abrigar-se nela, mas o outro coelho terá que deixá-la. O jogo continua até que o dingo pegue um dos coelhos e os jogadores trocam as funções no jogo e jogo começa novamente.

Muito legal essas brincadeiras, não é? Algumas são parecidas com as nossas... E você, como brinca com seus amigos?

De todas as crianças do mundo, sempre amigos!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.