Casal jovem de Campo Grande vai trabalhar na missão em Guiné Bissau


O que leva um casal jovem a deixar tudo: emprego, família, amigos, para dedicar, pelos menos três anos de suas vidas para a missão evangelizadora em Guiné Bissau? Para uns, parece uma loucura; para outros, é a convicção firme de fé na obra evangelizadora de Cristo. Cada um tem que dar sua contribuição e sua parcela de vida para levar adiante a obra missionária. Esta deve ser a resposta consciente de todos.

Pois, em Campo Grande (MS), o casal Leandro de Oliveira Morilha e Pérola Assis Gonçalves, depois de um ano de casados, resolveram deixar os empregos, renunciando inclusive a postos melhores, para doarem três anos de suas vidas na cidade de Bafatá, Guiné Bissau, a serviço da evangelização.

Leandro (29) e Pérola(28) pertencem á comunidade de São João Bosco, em Campo Grande. Ambos sempre foram participativos no trabalho da igreja paroquial, são cursilhistas, vicentinos e campistas. Porém, em seus corações uma pequena chama os incitava a darem mais de si para a evangelização. Em todos os passos que davam sempre sentiam que poderiam dar mais. Aos poucos, ouvindo o chamado de Deus em todos os caminhos que trilharam, a resposta de Deus sempre era a de irem mais adiante “em águas mais profundas”.

O casal foi atrás de seus sonhos. Primeiramente recorreram às autoridades religiosas de seus Estados, como o Comire e a própria diocese; em seguida, emitiram e-mails para a CNBB solicitando orientações. Depois, participaram de um encontro do PIME, em Ibiporã, Paraná, onde realizaram um retiro espiritual e ali confirmaram sua convicção de que deveriam dar um grande passo, oferecendo suas vidas para a missão Ad Gentes.

Por serem leigos, tiveram muitas dificuldades por não terem uma entidade que os protegesse em suas necessidades financeiras.Contudo sempre receberam o apoio da família e dos amigos. Além disso, o casal fez uma poupança para a compra da primeira casa, um sonho adiado para a sua volta, dentro de três anos. Outro contato foi feito com o bispo de Bafatá, Dom Pedro Zilli (PIME) que finalmente os acolheu e os convidou a participarem da comunidade de Bafatá. Dom Pedro, foi inclusive a Brasília e falou com o casal durante o Curso que estão realizando sobre Ad Gentes.

A opção que Leandro e Pérola fizeram tem o apoio do pároco de sua paróquia Dom Bosco, no Bairro Vila Gomes, Campo Grande, que inclusive celebrou a missa do envio.

A viagem para Guiné Bissau está marcada para outubro. Até lá, o casal estará realizando todos os exames e os providenciando documentos oficiais para o ingresso naquele país. O casal entende que esta mudança de vida está acontecendo pelo desígnio de Deus que foi se revelando, aos poucos em todos os momentos vividos nestes últimos meses. A mão de Deus manifesta-se em todas as decisões tomadas com muita maturidade.

O sonho de ambos serem missionários foi sendo cultivado no decorrer dos anos nas atividades que começaram com a Infância e Adolescência Missionária (IAM) em suas paróquias. Este gesto de Leandro e Pérola, certamente, servirá para que mais jovens se decidam a deixar por algum tempo os seus afazeres diários para doarem parte de suas vidas na obra evangelizadora.

Comentários