Header Ads

Rumo a 5ª Jornada Nacional da IAM - Brincadeiras


Olá amigos... Como vocês e seus amigos brincam? Seja na escola, na rua ou na comunidade é muito bom ter amigos e brincar! Preparando a 5ª Jornada Nacional da Infância e Adolescência Missionária que tem como tema "IAM do Brasil a serviço da missão na Oceania", nossa turminha descobriu que algumas brincadeiras comuns na Oceania. Vamos conferir?

Uma brincadeira comum jogada na Austrália é a "Burrow" (toca, em inglês). Seis jogadores formam um círculo; um deles é o coelho e o outro o dingo (cachorro silvestre australiano que vaga em matilha pelo país); outros dois jogadores formam a toca, fazendo um círculo de proteção com os braços em volta do coelho; outro jogador será o segundo coelho que está do lado de fora da proteção da toca; o sexto jogador é o juiz, que das as ordens de quando o jogo deve iniciar. O dingo corre atrás do coelho que está fora da toca, se o cachorro chegar muito perto, o coelho pode abrigar-se nela, mas o outro coelho terá que deixá-la. O jogo continua até que o dingo pegue um dos coelhos e os jogadores trocam as funções no jogo e jogo começa novamente.

Outra brincadeira comum na Austrália é a "Que horas são, Seu Lobo?". Uma criança será o lobo e ficará de costas para as outras, afastado cerca de 15 metros. As outras crianças começam a perguntar que horas são ao lobo. O número de horas dito pelo lobo é o número de passos que as crianças devem dar em sua direção. Assim, cinco horas são cinco passos, oito horas são oito passos. Quando as crianças estiverem bem perto do lobo, ele se vira e diz: “Hora do jantar!” e tenta pegar as outras crianças. Quem for pego será o próximo lobo.

Agora, vamos conhecer outras brincadeiras comuns em outros países da Oceania?


“Iou Naiong” (Papua Nova Guiné) Um exemplo de um jogo tradicional da Papua Nova Guiné chama-se “Iou Naiong”, que é semelhante ao nosso conhecido esconde-esconde, e jogado pelas pessoas da povo Madok.

Objetivo: Uma equipe encontrar a outra ou aquela conseguir ficar escondida.

Instruções: O jogo é normalmente jogado por ambos os sexos, que se dividem em duas equipes de cinco a oito jogadores. É comum que os jogadores tenham entre oito e quinze anos. Normalmente, os limites da área de jogo são acordados por ambas as partes antes do jogo começar, especialmente à noite.

No inicio do jogo, um dos times deve ficar deitado com o rosto no chão e os olhos fechados, enquanto o outro time se esconde. Quando o último jogador se esconder, ele deve gritar “niongua” como sinal ao outro time que podem sair à procura. Há duas maneiras de ganhar. Se a equipe que esta procurando encontrar todos os seus adversários ou se a equipe que esta escondida for capaz de iludir a outra equipe. Depois de uma vitória, as equipes mudam de lado.

Idade: A partir de 8 anos.
Número de participantes: Ao menos 8, para se ter duas equipes de 4 pessoas.
Materiais:  Nenhum.
Espaço: O jogo deve ser realizado num local espaço onde as crianças possam correr com liberdade.


“Manu Ti” (Nova Zelândia) “Manu Ti” é uma brincadeira tradicional dos maoris, que são o povo nativo da Nova Zelândia.

Objetivo: O jogador deve retirar a pena que esta na cabeça do adversário sem tocá-lo e sem movimentar seus pés.

Instruções: É uma brincadeira de dupla, um contra um. Os jogadores devem estar um de frente para o outro com as pernas abertas na largura do ombro e estando a distância menor de, 1 metro um do outro. Cada jogador terá uma pena (ou um papel do tamanho de uma pena) presa em sua cabeça com uma bandana. Pode-se também ficar com a pena presa na boca.

A partir do momento em que o jogo começa, nenhum dos dois pode tirar o pé do chão (se tirar irá perder), e não podem se encostar. Ambos devem tentar tirar a pena de seu adversário (da boca ou da cabeça). Que conseguir vence o jogo.

É uma ótima brincadeira para as crianças (e para adultos também), pois desenvolve muitas habilidade como a consciência corporal e espacial, a leitura dos movimentos do adversário, a visão periférica e claro, os reflexos!

Idade: A partir de 4 anos.
Número de participantes: Duplas. Se houver vários jogadores dividam-se em várias duplas e os vencedores vão jogando entre si até que haja somente 1 ganhador.
Materiais:  Uma pena (Raukura, em maori) para cada jogador ou algum outro objeto semelhante.
Espaço: Pode-se jogar em espaço pequenos dependendo da quantidade de jogadores, até parques (fica bem divertido).

No vídeo constam outras brincadeiras, mas você pode ver a “Manu Ti” desde o início do vídeo até 1:00.

Muito legal essas brincadeiras, não é? Algumas são parecidas com as nossas... E você, como brinca com seus amigos?

De todas as crianças do mundo, sempre amigos!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.