Header Ads

Juventude é tema do maior mutirão do Congresso Missionário Nacional



Na tarde do segundo dia do 3º Congresso Missionário Nacional (CMN), os delegados foram divididos em mutirões para refletirem sobre a temática do evento de acordo com cada realidade eclesial. Uma dessas realidades abrange a Infância, Adolescência e Juventude Missionária (IAJM), cujo mutirão foi o maior do evento, com cerca de 200 participantes. 

A minha expectativa neste congresso foi superada, pois está sendo uma inovação em minha caminhada na Igreja”, relata Nathalia Batista de Lima, 21 anos, secretária do COMIDI da Arquidiocese de Niterói e integrante da Juventude Missionária desde o início do ano.

O mutirão da IAJM foi conduzido pelos padres Andre Luiz Negreiros, secretário nacional da Infância e Adolescência Missionária (IAM) e Marcelo Gualberto, secretário nacional da Obra da Propagação da Fé. Com uma animação inicial de apresentação, o mutirão contou também com momentos oracionais e reflexivos.

Irmão Israel José Nery, FSC, representante da Conferência dos Religiosos do Brasil no 3º CMN, proferiu uma palestra para ajudar na reflexão dos grupos. Ele iniciou sua fala lendo trechos da mensagem do papa João Paulo II na ocasião dos 160 anos da Pontifícia Obra da Infância Missionária, celebrados em 2003. Em seguida, o palestrante fez um histórico da IAM e apontou os avanços da mesma. “Nós temos que conhecer a realidade contemporânea para dar respostas adequadas às necessidades deste tempo”, expôs o religioso.

O palestrante também destacou a importância da formação dos agentes da IAM. “A infância, adolescência e juventude são a idade mais importante do ser humano, pois é nela que se forma a personalidade e a teia de relacionamentos. Por isso, é necessário capacitar melhor os agentes da IAM”, contou irmão Nery.

Após este momento de reflexão, os participantes foram divididos em dez grupos para a discussão dos temas deste mutirão: crise das famílias, cultura do consumismo, descristianização da sociedade e agentes do IAM. A partir das conclusões destes grupos, será redigida uma mensagem para a leitura ao final do evento.

FONTE: Arquidiocese de Palmas/TO

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.